Fique por dentro! Assine nossa newsletter

11/13/2020
Por
MJV Team

Squads, Scrum, OKRs, Kanban e Design Sprint: como combinar práticas ágeis e ganhar mais eficiência

O grande ensinamento do mindset ágil é a adaptação. Escolher as ferramentas mais adequadas ao seu contexto é fundamental. Por isso, trouxemos as práticas que você pode usar para transformar o seu negócio!

Todos sabemos que as metodologias ágeis não são escritas em pedra. Na realidade, estamos falando de um conjunto de práticas que devem ser utilizadas para gerenciar projetos e demandas, com o objetivo de se adaptar facilmente às mudanças e ganhar eficiência. Squads, Scrum, OKRs, Kanban e Design Sprints são apenas alguns exemplos.

Para que defina com clareza quais dessas práticas irá abraçar junto ao seu time, resolvemos criar esse post especial para mostrar os seus benefícios. Acompanhe!

O que são Squads?

Um Squad nada mais é do que um time formado por pessoas que apresentam diferentes competências técnicas e acadêmicas, com o objetivo de solucionar algum problema ou desenvolver um projeto. A prática é muito comum dentro da lógica ágil.

Essa equipe multidisciplinar possui um Product Owner, que tem a função de definir quais serão as prioridades do projeto em desenvolvimento. É importante destacar que esse Squad deve ter autonomia para atuar, já que precisa desenvolver soluções e se adaptar rapidamente às mudanças.

Quais os benefícios dos Squads?

Trabalhar com equipes enxutas e focadas na resolução de um desafio traz uma série de benefícios para o seu projeto. Veja alguns deles:

Soluções multidisciplinares

A multidisciplinaridade do time não existe à toa, afinal, um dos grandes trunfos dos Squads é cercar todas as possibilidades de resolução para um problema. Com olhares diferentes, podemos pensar em ideias que não existiriam em um grupo homogêneo.

Autogerenciamento do time

Outro grande benefício dos Squads é a capacidade de adaptação. Isso acontece porque o time — junto ao Product Owner — tem mais autonomia na tomada de decisão e pode mudar a rota sempre que houver necessidade.

Definição clara de atribuições

Quando reunimos os profissionais em Squads, a divisão de papéis e de responsabilidades ficam claras. Com isso, todos os membros do time sabem exatamente o que devem fazer e quais são as suas contribuições para o sucesso do projeto. 

O que é o Scrum?

O Scrum é um framework utilizado para a gestão de projetos ou equipes. Nesse modelo, as tarefas são divididas em ciclos chamados de sprints, normalmente de duas semanas. Ao contrário de outros modelos, o Scrum prevê entregas em pequenas frações — o que pode trazer uma série de benefícios, conforme veremos.

O Product Owner é a figura responsável por priorizar as tarefas e o Scrum Master é aquele que vai tocar as cerimônias do time.

Algumas dessas cerimônias: 

  • Dailys — reuniões diárias para alinhamento de demandas.
  • Sprint planning — utilizada para definir as tarefas que serão priorizadas na sprint.
  • Reunião de retrospectiva — para identificar pontos de melhoria e virtudes.

> Sugerimos a leitura do nosso ebook sobre os papéis ágeis para que você se aprofunde mais nesse assunto!

Ebook – Papéis Ágeis: conheça o triângulo de ouro da agilidade

Quais os benefícios do Scrum?

Comparado com outras metodologias, o Scrum possui uma série de vantagens e é extremamente recomendado em um cenário de mudanças constantes. Vamos entender os motivos?

Capacidade de adaptação

Como o Scrum trabalha com a lógica de realizar pequenas entregas com feedbacks frequentes, a capacidade de se adaptar é muito maior. Caso perceba que uma nova história de usuário surgiu, por exemplo, é muito mais fácil redefinir as prioridades em uma nova sprint planning sem prejudicar o projeto como um todo. 

Redução de retrabalho

Já imaginou fazer uma grande entrega para o seu cliente ou empresa e perceber que não era aquilo que realmente precisavam? Novamente, o fato de o Scrum trabalhar com entregas curtas ajuda a reduzir o retrabalho, já que conseguimos tirar a prova o tempo inteiro daquilo que estamos desenvolvendo.

Ambiente para a inovação

Por fim, o Scrum também é uma estrutura que oferece mais abertura para a inovação. “Fail fast, learn faster” (erre rápido e aprenda mais rápido) é um mantra viável para os times que atuam com esse framework, já que sempre terão a possibilidade de corrigir erros ou realizar testes entre as sprints.

O que são OKRs?

OKR é a sigla para Objectives and Key Results. Criado por Andrew S. Grove, ex-CEO da Intel, e amplamente difundido por John Doerr, um dos investidores do Google, os OKRs dividem o planejamento em dois componentes principais: 

  1. Objetivos (O) 
  2. Resultados-chave (KRs)

O Objetivo deve inspirar os colaboradores e representa uma necessidade real da companhia, enquanto os Resultados-chave representam a análise quantitativa, ou seja, metas de impacto direto e mensuráveis que ajudam a alcançar esses Objetivos. 

Vale lembrar que podemos ter vários Resultados-Chave para um Objetivo e o ciclo de conclusão dos OKRs é curto. Além disso, o OKR da companhia é conhecido como “pai”, mas não podemos esquecer dos seus “filhos”, que são os OKRs de cada departamento. Esses OKRs também precisam de donos, que podem ser o CEO, os gerentes etc.

Quer um exemplo?

O = Trazer clientes para a empresa e se tornar uma referência

KR1 = Aumentar em 40% os clientes de origem orgânica

KR2 = Gerar mais 5 parcerias comerciais

Quais os benefícios dos OKRs?

Os OKRs ganharam fama por terem sido adotados pelo Google e suportado o crescimento exponencial da companhia a partir de 1999. Entenda porque a metodologia é tão impactante:

Alinhamento entre o time

Quando todos sabem exatamente onde a empresa quer chegar e, acima de tudo, quais são os resultados quantitativos que ela espera, o engajamento e o alinhamento do time é muito maior. Isso influencia toda a dinâmica das equipes, incluindo a formulação de sprints.

Transparência de resultados

Com o modelo de OKRs podemos acompanhar cada um dos KRs de perto. Com isso, descobrimos onde estamos falhando e quais são os pontos de melhoria. Os colaboradores podem acompanhar todos os OKRs, independente do departamento.

Melhoria contínua

Por trabalhar com ciclos curtos, os OKRs permitem um processo de melhoria contínua. Afinal, quais resultados almejamos que não foram concluídos? Quais ações tomamos? Qual foi o desempenho? Todas essas perguntas são respondidas e podem nos levar a soluções.

O que é Kanban?

O Kanban é um quadro físico ou digital utilizado para definir e controlar o fluxo de execução das tarefas do time. Normalmente, são usados cartões de diferentes cores e formatos para estimular a percepção visual dos profissionais. 

No Kanban, dividimos as tarefas em colunas relacionadas à fase de execução da tarefa, como to do (a fazer), doing (fazendo) e done (feito). Esses são apenas exemplos, já que o time define quais serão as colunas necessárias.

Quais os benefícios do Kanban?

A ferramenta é utilizada por várias empresas, desde PMEs até as gigantes do mercado. Afinal, ela é simples e fácil de ser implementada. Entenda mais os seus benefícios:

Redução dos gargalos

O Kanban reduz gargalos de produção, principalmente quando combinado com as dailys do framework Scrum (já visto por nós). Isso acontece porque essa “dobradinha” torna possível a comunicação entre a equipe. O colaborador tem a oportunidade de mostrar os pontos que estão bloqueando a sua atividade.

Visibilidade das tarefas

O Kanban é, acima de tudo, uma ferramenta visual. Com ele, é possível ter uma percepção do que todos estão fazendo. Assim, ninguém é pego de surpresa: caso exista a percepção de que uma tarefa está se prolongando demais, podemos discutir entre o time as possíveis causas.

Ganhar mais eficiência 

É claro que, se todos estão alinhados e conhecem bem as tarefas que são executadas, o time inteiro ganha mais eficiência na realização das tarefas. Um dos grandes objetivos do Kanban é justamente otimizar o desempenho do time.

O que é Design Sprint?

Já imaginou prototipar e testar ideias com os usuários finais em apenas 5 dias? Essa é a proposta do Design Sprint. 

Basicamente, ele funciona como um “design thinking express”, pois acelera etapas para validarmos ideias rapidamente. No ciclo do design sprint, temos as seguintes etapas:

  1. Entenda (revise os insights do usuário e do plano de fundo);
  2. Divirja (debater o que é possível);
  3. Convirja (soluções de classificação, escolha uma);
  4. Faça um protótipo (crie um conceito mínimo viável);
  5. Teste (observe o que é eficaz para os usuários).

Lembra quando falamos sobre sprints? Pois é. Esse também é um tipo de sprint das metodologias ágeis, mas, desta vez, apoiado ao design thinking e voltado especificamente para a prototipação e teste.

Quais os benefícios do Design Sprint?

Outra metodologia utilizada pelo Google. É claro que a Big Tech não a utilizaria sem motivo. Vamos acompanhar as suas vantagens?

Errar mais rápido 

Errar deveria ser um problema, mas não é. O segredo das empresas inovadoras é que elas são campeãs em cometer erros. A diferença é que eles são calculados. O Design Sprint abre a janela para validarmos rapidamente hipóteses e, caso seja necessário, voltarmos para o ponto de partida sem comprometer o desempenho como um todo.

Novas ofertas e funcionalidades

Em um mundo volátil e acelerado, é muito importante mantermos o radar ligado para acompanhar as tendências. Com o Design Sprint, podemos acompanhá-las de perto e criar soluções em tempo recorde para atender às novas demandas do mercado.

Transformar dados em ação

Para fechar, esse tipo de prática também é muito recomendada para sairmos dos dados e transformarmos os insights em planos de ação. Assim, trabalhamos em um processo de melhoria contínua dentro de uma aplicação ou na empresa como um todo.

Esses são apenas alguns exemplos de práticas ágeis recomendadas pela MJV Technology & Innovation. Na verdade, existe um mar de possibilidades. Como vimos, o mais importante é encontrar a solução mais apropriada para o seu negócio e focar sempre em ganhar mais eficiência.

O que achou do nosso post de hoje? Quer acompanhar mais materiais como esse? Então assine a nossa newsletter logo abaixo!

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter