02/18/2020
Por
MJV Team

Desafios da Transformação Digital: como virar a chave na sua empresa

Os desafios da transformação digital são muitos, especialmente para as empresas que não a conduzem de uma maneira consciente.

É sempre bom lembrar que esse fenômeno ocorre independentemente da vontade corporativa; é estrutural.

Neste artigo, além de ajudá-lo a entender o que é a tão famosa transformação digital e que benefícios ela traz para os negócios, apontamos caminhos a serem percorridos para melhor aproveitá-la.

Confira!

O que é Transformação Digital

Em termos estruturais, a transformação digital é definida como um processo de constante desenvolvimento de tecnologias digitais que moldam nossa economia e sociedade a longo prazo. 

Nesse movimento, novos hábitos e necessidades da vida cotidiana surgem para toda a sociedade, bem como na vida privada e nos negócios. 

Exemplos de transformação digital incluem:

Todos os itens que listamos acima não somente acompanham nossa vida, mas também a influenciam e, principalmente, mudam.

As tecnologias digitais são parte integrante da vida cotidiana e se estabeleceram como “companheiras úteis”. 

Sejam:

  • Componentes de hardware, como laptops, smartphones, smartwatches ou redes sociais — usamos esses dispositivos e plataformas para fins profissionais e pessoais.
  • Aplicações industriais mais elaboradas e complexas. 

Em linhas gerais, o processo de transformação digital inclui, entre tantos outros, os seguintes componentes:

  • Computação em nuvem
  • Uso expressivo de sensores
  • Gravações de vídeo ou áudio
  • Processamento de tecnologias de Big Data
  • Altíssima conectividade (Internet das Coisas etc.)
  • Interação humano-computador
  • Automatização extrema etc.

Essas e outras tecnologias nos ajudam a:

  • Trabalhar em rede de maneira rápida e global
  • Ser mais flexíveis
  • Automatizar a comunicação

➡ Por exemplo: a combinação desses componentes leva a um novo potencial para automação abrangente na área cognitiva e técnica-cognitiva mista. 

➡ Outro exemplo atual para a área cognitiva é a comparação automática de textos de contrato. 

➡ Na área técnico-cognitiva, podemos citar o veículo de condução autônomo ou o drone que voa independentemente. 

Também não é exagero dizer que o smartphone, hoje amplamente utilizado, é o elemento central da transformação digital (na vida cotidiana e nos negócios). A seguinte combinação permite que o usuário faça interface entre o mundo real e o virtual:

  • Onipresença
  • Dependência de conteúdo
  • Funções de identificação 
  • Medições remotas 

É nesse contexto que chegamos ao maravilhoso mundo da Inteligência Artificial. A integração de tecnologias que expandem a simulação da realidade para seres humanos (realidade virtual) com informações geradas eletronicamente (realidade aumentada) está se tornando cada vez mais importante. 

Em suma, a base da transformação digital são essas tecnologias digitais, que são desenvolvidas em uma sequência cada vez mais rápida e, assim, abrem o caminho para novas aplicações. Por sua vez, isso traz profundas mudanças no mercado e gera vantagens competitivas incríveis às organizações.

 Leia também: Como a Transformação Digital na China promete mudar todo o mercado!

Benefícios da Transformação Digital nas empresas

Para começar a entender os benefícios da transformação digital, reflita sobre as startups que estão fazendo mudanças profundas em determinados mercados. É o caso das fintechs, que já são um calo no pé dos bancos. Os modelos de negócios dessas startups estão 100% ancorados na transformação digital.

Da mesma forma, as big techs estão, hoje, entre os negócios mais valiosos do mundo por um motivo bem simples: abraçam e conduzem a transformação digital

Olhando mais para o “mundo real”, temos importantes varejistas que fazem integração de suas operações de venda física e online, e, com isso, potencializam resultados

➡ O que é preciso ter em mente é que todas as empresas, não importa em que segmento do mercado operem, podem se beneficiar da transformação digital.

Aqui estão as vantagens mais flagrantes!

Nos processos empresariais

Normalmente, o primeiro estágio da transformação digital nas empresas é a digitalização dos fluxos de trabalho e processos existentes. No mundo analógico, eles foram organizados principalmente por meio de regras e formas processuais. 

Na transformação digital, esses processos são cada vez mais representados por fluxos de trabalho digitais. Ela tem feito as empresas repensarem suas estruturas com a ajuda de tecnologias digitais cada vez mais sofisticadas — e que levam à automatização.

A automatização, por sua vez, reduz erros, retrabalhos e custos operacionais. O mínimo de contato humano têm feito com que os processos sejam mais produtivos e tenham qualidade superior. 

No relacionamento com o cliente

O marketing e as vendas estão sujeitos a fortes mudanças, impulsionadas pela transformação no comportamento das informações entre os clientes. Inúmeras novas disciplinas, como otimização de mecanismos de pesquisa e marketing de entrada, surgiram nos últimos anos. 

Essas mudanças continuam ganhando importância. Por exemplo, a chamada jornada do cliente, ou seja, a experiência individual desde a pesquisa de informações até a compra e o uso de um produto ou serviço, torna-se um componente central de marketing e vendas. 

E isso tem feito com que as organizações consigam conhecer mais profundamente seus públicos de interesse, se relacionar melhor com eles, entregar experiências melhores e faturar muito mais. 

Nos serviços

Hoje, os serviços digitais representam uma vantagem competitiva significativa. As empresas facilitam o uso de seus produtos e serviços para facilitar a rotina e resolver problemas de seus clientes. Tudo precisa ser rápido, fácil e objetivo. 

Alguns exemplos:

  • Aplicativos
  • Portais
  • Comunidades
  • Academias de e-learning 

No desenvolvimento de modelos de negócios 

A transformação digital também está mudando o valor agregado das empresas. Os serviços digitais que podem ser monetizados são fontes independentes de receita. 

Muitas corporações, que até então entregavam apenas produtos e serviços físicos, conseguiram criar ofertas digitais baratas de serem criadas e que são altamente replicáveis, gerando novas fontes de receita.   

Um exemplo disso é a versão freemium dos softwares. Embora o uso de funções básicas seja gratuito, os recursos adicionais são cobrados.

➡ Leia também: Chatbot reduz 40% do atendimento humano de multinacional de FMCG em apenas duas semanas!

Como virar a chave para a Transformação Digital em seu negócio

Em 2018, a empresa americana de pesquisas de mercado Forrester Research publicou um relatório com abrangência global sobre a transformação digital no mundo corporativo. Neste material, além dos dados pesquisados, os especialistas apontaram alguns passos básicos para que as organizações transformem digitalmente seus negócios.  

São eles:

  1. Entregue experiências fáceis, eficazes e emocionais ao cliente
  2. Concentre as operações no que o cliente valoriza
  3. Construa plataformas e parcerias para acelerar e escalar
  4. Inove na interseção de experiências e operações

Agora, como fazer isso? Confira, a seguir, um detalhamento maior de como você pode virar a chave para a transformação digital na sua empresa!

Monte uma estratégia e busque ajuda especializada

No começo, é preciso fazer duas coisas:

Definir a visão e a estratégia da transformação digital 

➡ Encontrar um parceiro que possa ajudar a adaptar e implementar novas tecnologias e gerenciar as mudanças na organização

 Opte por contratar uma consultoria que tenha experiência em transformação digital e que traga metodologias inovadoras para que a passagem pela mudança seja tranquila e, de preferência, pouco onerosa (financeira e culturalmente falando).

Trabalhe bem a gestão da mudança

Depois de determinar a direção a se seguir e conhecer as áreas da organização que vão ser transformadas digitalmente, é importante considerar três fatores:


1. Atendimento ao funcionário (em todos os níveis) 

Quanto mais mudanças, mais é preciso concentrar esforços na comunicação. É muito importante, por exemplo, que as transformações tenham um rosto e sejam identificadas com a pessoa ou equipe específica que as implementam. Toda fase deve ser claramente comunicada e toda aplicação deve ser claramente formulada.

2.  Ferramentas, tecnologias e segurança

A transformação digital invariavelmente vai requerer o apoio de, no mínimo, um parceiro de tecnologia. A chave é aproveitar algumas aplicações que já existem na empresa, mas também escolher as melhores soluções do mercado.

3. Cultura

Não há transformação digital sem transformação cultural na organização. A maneira como as coisas são feitas, as tradições, as práticas do dia a dia e até as relações vão mudar com a inserção de uma operação mais digitalizada. O apoio dos superiores, que exercem grande influência sobre as pessoas e sua maneira de trabalhar, é inestimável aqui. 

E mais: tudo deve ser feito da maneira menos impositiva possível. Deve-se aproveitar a predisposição que as pessoas já têm ao digital e convidá-las a participar da transformação mostrando os benefícios dessa mudança.

Aqui na MJV, nós ajudamos muitas empresas brasileiras e internacionais a formular sua estratégia de transformação digital e a gerenciar a mudança que vem com ela — reduzindo os imp

➡ Confira este case: Experiência gamificada auxilia processo de Gestão de Mudanças!

Faça um inventário dos processos a serem transformados

Antes de começar a trabalhar e implementar soluções específicas, é preciso criar um backlog clássico.

➡ Organize um “inventário dos processos”

➡ Realize entrevistas com departamentos individuais para examinar suas necessidades e expectativas

Depois, passe para a priorização. Uma abordagem simples para determinar a importância e o impacto funciona muito bem aqui. Dessa forma, você pode gerenciar sistematicamente a lista de pendências. 

Uma abordagem mais avançada requer a consideração de vários critérios adicionais, como:

  • Objetivos organizacionais com a digitalização
  • Produtividade de departamentos individuais (atual e o que se espera com a transformação digital)
  • Problemas atuais (e como a transformação digital vai corrigi-los)
  • Plano de implementação

Você pode ter uma visão ainda mais macro a respeito desse tema baixando nosso e-book Transformação Digital na China — Moldando os próximos campeões globais!

Ebook - Transformação Digital na China | MJV Technology & Innovation

Comece a transformação gradativamente

Por fim, um conselho: 

Nenhuma empresa transforma toda sua operação digitalmente da noite para o dia. O melhor a se fazer é optar por uma transformação gradual. 

A chave aqui é:

  • Anunciar o início do trabalho em uma solução específica
  • Agendar testes 
  • Comunicar a implementação
  • Revisar em tempo real (ou o mais próximo disso) os efeitos alcançados

 A maioria das empresa começa sua transformação digital pelo próprio departamento de TI. Em seguida, transforma digitalmente os setores de marketing e vendas para, ao final, alcançar o restante de suas operações. 

Vale a pena conversar com uma consultoria especializada sobre as possíveis maneiras de conduzir essas mudanças de forma suave, progressiva e eficaz.

Podemos conversar melhor sobre os seus desafios. Vamos tomar um café? 

 

 

Voltar