10/08/2019
By
MJV Team

Experiência do Usuário: conheça as vantagens da estratégia de UX

Uma boa estratégia de User Experience ajuda a empresa a priorizar experiências memoráveis e traduzi-las em todos os pontos de contato com o usuário.

Ela também garante que a visão de negócio, as necessidades do usuário e os recursos técnicos estejam alinhados; e ajuda a estimar os recursos de uma equipe, mantendo-a focada na solução dos problemas certos para os usuários-alvo.

Vamos levá-lo a refletir sobre o valor do UX ao longo deste artigo. Continue lendo e entenda a importância de ter uma estratégia de UX, que benefícios ela oferece e dicas de como elaborá-la!

Por que você precisa criar uma estratégia de UX 

Uma estratégia de UX é um processo de design de experiência que planeja, identifica e subscreve a implementação dos diferenciais de valor necessários que uma marca precisa para criar uma vantagem competitiva sustentável.

Só esse conceito já nos mostra o quanto ter uma estratégia de UX é importante. Mas há mais argumentos que expõe, de maneira bem prática, por que investir nisso.

Empresas com cronogramas e orçamentos rigorosos devem lidar com a realidade de que o desenvolvimento de produtos pode não ser rápido nem barato.

Os proprietários de produtos com exposição prévia a métodos desatualizados de integração de design no desenvolvimento de software, por exemplo, podem erroneamente supor que envolver designers e ux writers é somente uma maneira infalível de gastar mais do que eles querem.

Mas isso não é realmente o caso.

Criar uma estratégia de UX no início de um projeto pode ajudar a garantir que as equipes de produtos digitais não desperdicem tempo, dinheiro e energia desenvolvendo produtos ou recursos que elas não têm certeza de solucionar as dores dos usuários.

Com uma estratégia de UX bem estruturada e executada:

  • as suposições são validadas — dados factuais são trazidos à mesa.
  • os riscos são minimizados — necessidades reais dos usuários são identificadas logo no início dos projetos.
  • e os recursos são priorizados — são construídos MVPs (de Produto Mínimo Viável), por exemplo, para  obter uma primeira versão mais enxuta do produto; e garantir que ele satisfaz as necessidades do cliente e, ao mesmo tempo, oferece valor aos usuários.

A estratégia de UX também é usada para criar um entendimento entre designers e os objetivos do negócio/produto/recurso. Ela deixa clara as diretrizes e regras que conduzem a equipe de design a atingir os objetivos da organização/produto. 

Também é muito importante não confundir estratégia de UX com UX Design. 

O UX Design é o que as equipes de design de processos usam para criar produtos que fornecem experiências significativas e relevantes aos usuários. Isso envolve o projeto de todo o processo de aquisição e integração do produto, incluindo aspectos de branding, design, usabilidade e função.

Portanto, podemos dizer que a estratégia de UX é mais abrangente enquanto o UX Design é um dos métodos utilizados nela. 

As principais vantagens da estratégia de UX

Confira, a seguir, as principais vantagens de estruturar uma estratégia de UX em seu negócio:

Facilita o acompanhamento dos padrões comportamentais do usuário 

Não há dúvida que tecnologia se transforma e melhora cada vez mais rapidamente, o mesmo acontece com o comportamento do usuário e a adoção de novas ferramentas e recursos. 

As empresas precisam continuar a prever as expectativas dos usuários e entregar produtos digitais que encantam os usuários. E isso é facilmente detectável por meio de uma estratégia de User Experience. 

Alinha diferentes times em torno de uma mesma visão

Alinhar diferentes equipes em torno de uma visão de produto compartilhada é um grande trunfo de uma estratégia de UX. 

Isso ajuda as equipes a manterem a consistência em todos os pontos de contato, recursos e dispositivos do UX, para que o usuário tenha sempre experiências conectadas e sem atrito.

Proporciona meios de mensurar resultados

Outro grande benefício trazido por uma boa estratégia de UX é garantir um plano para medir sucessos e também fracassos. Em outras palavras, os projetos deixam de ter resultados pouco tangíveis, pois há métricas e indicadores que são acompanhados de perto pelo time. 

Nós sabemos, dimensionar os retornos dos investimentos (de tempo, dinheiro e esforço da equipe) é muito importante em projetos de desenvolvimento de produtos. 

Os quatro princípios da estratégia de UX

Jaime Levy, a designer americana que é a mente brilhante por trás de uma série de inovações em experiência do usuário, descreve quatro princípios que constituem a base da estratégia de UX: 

estratégia de negócios, inovação de valor, validação de pesquisa de usuário e UX matadora.

Entenda melhor:

  1. Estratégia de negócio

    A identificação dos princípios que orientarão como uma empresa competirá em seu setor e onde você deve investir para alcançar os objetivos de negócios. Além de como a empresa é percebida e seus objetivos para escalar e ganhar dinheiro.

  2. Inovação de valor

    Pode ser realizada dando foco à utilidade primária de um produto e tornando a experiência dele um aspecto indispensável de como vivemos nossas vidas.

  3. Validação de pesquisa de usuário

    Quando o produto proposto é abordado como um“ experimento ”que precisa ser testado por seus clientes hipotéticos.

  4. UX “matadora”

    Quando a interface do produto permite que seus usuários/clientes alcancem facilmente seus objetivos com pouca resistência.

Elaborando sua estratégia de UX

Há vários métodos que as equipes de produto podem usar para criar uma estratégia de UX. 

Todos envolvem pesquisar, planejar, testar e validar ideias antes do início da implementação do projeto ou desenvolvimento.

Algumas abordagens comuns incluem:

  • Entrevistas com as partes interessadas

    Qual é o escopo do projeto?
    Qual é a missão da empresa?
    Quais são as metas e objetivos deste produto?
    Qual é o orçamento?
    O que define sucesso para este projeto?
    Que sucesso a experiência do usuário pode oferecer?

  • Pesquisa do usuário

    Quem são os usuários-alvo?
    Quais dispositivos eles estão usando?
    Quais problemas eles precisam resolver e como estão resolvendo-os atualmente?
    Por que eles estão ou não estão usando o produto? (para produtos existentes)

  • Pesquisa e análise competitiva

    O que a concorrência está fazendo?
    Existe uma oportunidade para criar uma proposta de valor única?

Muitas vezes, uma estratégia de UX pode assumir a forma de um documento contendo as informações aprendidas durante a fase de descoberta. Esse documento pode ser usado para orientar a equipe de produtos e manter todos trabalhando para o mesmo objetivo.

Que tal, você conseguiu visualizar as vantagens de uma estratégia de UX? Deixe seu comentário!

Voltar