Fique por dentro! Assine nossa newsletter

12/21/2020
Por
MJV Team

Realidade Aumentada: o que esperar para o futuro da tecnologia?

Do entretenimento à saúde, a Realidade Aumentada acena com um mundo de possibilidades para a indústria. Lucrativa e com grande potencial inovativo, a tecnologia, no entanto, ainda precisa de um novo empurrão para cair no mainstream, segundo especialistas.

Se você esteve no planeta Terra nos últimos anos, com certeza ouviu falar do sucesso estrondoso do jogo Pokémon GO. O game virou febre entre adolescentes (e adultos) na metade dessa década e reúne adeptos até hoje. A fórmula desse sucesso? Altas doses de nostalgia e uma tecnologia simples e emergente, a Realidade Aumentada.

O que é Realidade Aumentada?

A Realidade Aumentada é a sobreposição de objetos, personagens ou qualquer outro elemento digital no ambiente físico. De maneira prática, a tecnologia serve para ampliar nossa percepção da realidade, adicionando informações virtuais ao mundo real, necessitando apenas de uma tela para organizar esses elementos.

A tecnologia surgiu com os códigos bidimensionais ou 2D – os QR codes – em substituição aos antigos códigos de barras, que enfrentam limitações para agregar uma quantidade maior de informação. Os QR codes foram os pioneiros na projeção de elementos virtuais em uma filmagem do mundo físico, em tempo real.

A Realidade Aumentada faz parte de um tripé de tecnologias que derivam umas das outras, junto com a Realidade Virtual e a Realidade Mista. Mas, apesar da semelhança no nome, cabe esclarecer que o funcionamento e as aplicações delas são bastante diferentes.

A seguir, um rápido passeio pelas definições:

Realidade Virtual x Realidade Aumentada x Realidade Mista

Realidade Virtual (VR, Virtual Reality) – é considerada uma tecnologia imersiva. Funciona por meio da inclusão do usuário em um ambiente totalmente virtual, criado por meio de computação gráfica ou vídeo 360º. O objetivo é fornecer uma experiência sensorial em um ambiente simulado através de estímulos visuais, sonoros, táteis, entre outros. Geralmente necessitam um adereço, como os famosos óculos VR.

Realidade Aumentada (AR, Augmented Reality) – como você viu aqui, a AR é a integração de elementos digitais no ambiente físico, geralmente por meio de um software e o aplicativo de câmera de smartphones e tablets. Tem como objetivo ampliar a compreensão de um determinado contexto, fornecendo ao usuário informação relevante sobre ele.

Realidade Mista (MR, Mixed Reality) – como o nome já diz, a Realidade Mista trabalha na interseção (o chamado espectro) entre o mundo físico e o virtual. Portanto, está diretamente relacionada à Realidade Virtual e Aumentada, mas não apenas isso. Diferencia-se das duas por meio do uso de tecnologia holográfica.

Os resultados que temos hoje com a RM geralmente são obtidos ao agregar tecnologias holográficas ao contexto de Realidade Aumentada, mas a tecnologia ainda precisa entrar na curva exponencial para tornar-se concreta.

Como funciona a Realidade Aumentada na prática?

Agora que estamos na mesma página sobre o que é a Realidade Aumentada e o que não é, é hora de entendermos um pouco mais sobre como essa tecnologia funciona.

O funcionamento da RA (ou AR) é bastante simples até. A fórmula geralmente usa uma combinação entre software e serviços de geolocalização para realizar marcações em pontos predeterminados no mundo físico.

Tomemos como exemplo o sucesso do jogo Pokémon GO para ilustrar o funcionamento da tecnologia. No game, o jogador sai pela cidade procurando monstrinhos para adicionar à sua coleção usando o GPS do dispositivo como guia. Durante a jornada, o jogador vê uma versão animada do mapa da região — até o surgimento de um pokémon nos arredores.

No momento da captura, a visualização muda e o jogador passa a ver a figura do monstrinho sobreposta no ambiente, que pode ser a sala de casa, na praia, no café da esquina e até mesmo no meio da rua. Ele então, lança um dispositivo que captura o pokémon, marcando a interação entre real e virtual.

Os fãs de esportes também viram uma mudança positiva com a aplicação da Realidade Aumentada nas transmissões de TV. Se você já assistiu a um jogo de futebol americano, sabe o quão importantes são as linhas projetadas no campo para situar os telespectadores sobre a distância que os jogadores devem percorrer até o gol.

Pode parecer um pouco rudimentar, mas há uma série de questões técnicas que devem ser consideradas para que as marcações se sobreponham apenas ao campo e não aos jogadores — elementos dinâmicos, que se movem o tempo todo em diferentes direções.

A tecnologia também está presente nos filtros de redes sociais como Instagram e Snapchat. Você pode perceber que, quando movimentamos o smartphone muito rápido, alguns efeitos indesejados acabam acontecendo por breves momentos. Isso acontece pelo caráter informal da ação — dificilmente veremos o mesmo erro em uma transmissão de Jogos Olímpicos, por exemplo.

Outro bom exemplo de Realidade Aumentada muito usada em nosso cotidiano são os QR codes presentes em monumentos turísticos nas cidades urbanas e/ou museus. Para experimentar a tecnologia, basta um celular com conexão à internet

A maioria dos dispositivos móveis (smartphones e tablets) saem de fábrica com um leitor de QR codes. Ao abrir o aplicativo da câmera, é só posicioná-lo nos QR codes para obter mais informações sobre os pontos turísticos, história, mapas, entre outros.

Por que sua empresa deveria investir em Realidade Aumentada?

A indústria do entretenimento e os games fizeram um ótimo trabalho ao dar visibilidade à Realidade Aumentada. E a tecnologia retribuiu. Lembra que falamos aqui sobre Pokémon GO? O lançamento do jogo ajudou a Nintendo a aumentar o valor de suas ações em US$ 7 bilhões em apenas uma semana.

Mas não é só nesse segmento que a tecnologia tornou-se popular.

Hoje, algumas boas formas de te convencer dos benefícios de investir nessa tecnologia. Na primeira delas, é possível buscar dados que ilustram o potencial do mercado de Realidade Aumentada. E é por onde vamos começar.

De acordo com dados da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, o mercado global de Realidade Virtual e Aumentada deve atingir o patamar de US$ 100 bilhões em 2020 — um crescimento de mais de 3000% em relação a 2017 (ano seguinte ao lançamento de Pokémon GO). 

Com as tecnologias tendo papel crucial nos planos de continuidade de negócios durante o período de distanciamento social, a pandemia também pode ter servido de catalisador para a adoção da Realidade Aumentada. Empresas do ramo relatam uma correção média de 50% na previsão de faturamento após a adoção do trabalho remoto.

Por último, mas não menos importante, estão a versatilidade da Realidade Aumentada na composição com outras tecnologias, o custo relativamente baixo de entrada no mercado, a aderência alta entre os usuários e, é claro, os avanços fundamentais que a RA está promovendo nos diversos setores da economia.

E para o usuário final, quais são os benefícios?

  • Maior autonomia e praticidade na realização de tarefas
  • Melhor experiência de usabilidade
  • Percepção de inovação tecnológica que ficará atrelada à sua marca

Quer saber mais? Então fique de olho, pois a reta final do texto reserva exemplos práticos de Realidade Aumentada (que seu concorrente pode estar usando). 

4 aplicações de Realidade Aumentada nos negócios

A Realidade Aumentada tem se tornado cada vez mais acessível, tanto para as grandes empresas quanto para as pequenas e médias. Ao adicionar a tecnologia ao seu escopo de soluções, essas organizações descobrem um novo fator de engajamento com seus usuários/clientes e – até mesmo um novo diferencial competitivo.

Agora que você conhece o status do mercado de Realidade Aumentada, confira as aplicações práticas dessa tecnologia em diversos setores da indústria!

Saúde

A Realidade Aumentada pode salvar vidas na sala de cirurgia.

Através de tablets ou óculos holográficos, os médicos podem visualizar órgãos em 3D e consultar o histórico de pacientes antes ou durante a intervenção cirúrgica.

A tecnologia também é valiosa como ferramenta de ensino, em uma área extremamente técnica e complexa. Com a Realidade Aumentada, jovens médicos poderiam interagir com órgãos projetados virtualmente, melhorando o processo de aprendizagem.

Moda

A empresa Shiseido, de cosméticos, conta com um “espelho inteligente”. Na verdade, o espelho é um monitor com Realidade Aumentada exposto em um ponto de venda, que auxilia clientes a encontrarem a melhor combinação de maquiagem.

Fast-fashion

Lojas de fast-fashion também estão embarcando nessa onda, oferecendo a possibilidade que seus clientes experimentem roupas e calçados sem precisarem se deslocar até os provadores com dezenas de cabides.

Decoração

Dúvidas para repaginar o design da sala de sua casa? A IKEA oferece há quase uma década a solução que você precisa. Por meio de um aplicativo, é possível verificar como aquele sofá novo ficaria no seu espaço sem precisar ir até a loja ou de uma jornada cansativa com a fita métrica. Basta instalar o aplicativo.

O que esperar do futuro da Realidade Aumentada?

Especialistas afirmam que a adoção da RA seguirá crescendo devido à miríade de possibilidades acerca de sua utilização no mundo empresarial. Segundo relatório da Markets & Markets, o mercado global de Realidade Aumentada deve movimentar até US$ 117,4 bilhões em 2022. E dessa vez estamos falando apenas de Realidade Aumentada.

Ainda assim, alguns estudiosos afirmam que ainda falta um novo fenômeno impacto mundial, como o sucesso de Pokémon GO, para que a tecnologia garanta a aderência massiva no futuro. Para as empresas, vale a pena continuar investindo em soluções em Realidade Aumentada para aumentar as chances de sucesso.

Além disso, você viu aqui como a evolução do cenário da Realidade Aumentada, especificamente, está diretamente relacionado ao desenvolvimento da Realidade Mista, que pode ser capaz de popularizar os hologramas nas próximas décadas.

Se depender da Realidade Aumentada, o futuro com certeza será cheio de possibilidades. Portanto, não subestime a próxima febre dos games. O próximo Pokémon GO pode ser o primeiro passo para um salto tecnológico exponencial.

Quer ficar por dentro do mundo da tecnologia e inovação? Acesse a nossa biblioteca e fique por dentro dos nossos lançamentos!

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter