Fique por dentro! Assine nossa newsletter

07/02/2020
Por
MJV Team

Nearshore, Offshore e Onshore: qual a diferença dos tipos de outsourcing de TI?

Hoje, vivemos um tempo chamado interregno. Foi assim que Zygmunt Bauman chamou o período.

Não é a primeira vez que isso acontece. Com certeza, também não será a última. Estamos entre o que não é mais e o que ainda não é.  O modelo que usávamos até agora não está resolvendo os desafios atuais. Só que o ecossistema novo ainda não está pronto.

É bem verdade que depois da Revolução Digital, essas transições passaram a acontecer em períodos de tempos bem menores. Um presentinho deixado pelo ritmo – acelerado – que a tecnologia tem de evoluir. 

Algumas soluções estão perdendo bastante relevância, outras seguem sendo ajustadas e rapidamente prototipadas novamente para responder melhor aos novos cenários – mais especificamente ao mundo remoto e 100% digital. 

Esse é, sem sombra de dúvida, o caso do Outsourcing de TI. Afinal, esse novo normal pede um papel bem mais estratégico das áreas de Tecnologia da Informação. 

Vale anotar esse conselho: traga a sua área de TI para o centro dessa estratégia. O novo normal é o resultado de um urgente processo de digitalização. Não perca seu time

Produzimos esse conteúdo para mergulhar no universo do Outsourcing de TI, vamos falar da diferença de alguns modelos possíveis e ao final do material trazemos um bônus. 

Nearshore, Offshore e Onshore: entenda qual é a melhor solução para seu negócio

A Era da Hiperconectividade já começou. Internet, 5G, soluções em nuvem, IoT, Data Science. A tecnologia é a grande responsável por amenizar as barreiras, tornando todos os lugares acessíveis. Quer saber como isso pode acontecer?

Aqui na MJV, utilizamos esquadrões mistos, incluindo líderes de equipe, designers e estrategistas de nossas instalações em Lisboa, e desenvolvimento de software de back-end fornecido por nossas equipes no Brasil. 

Ao trabalhar com equipes integradas na Europa e na América do Sul, garantimos que as empresas obtenham a combinação certa dos benefícios mais importantes para alcançar os objetivos de negócios. 

Existem alguns tipos de Outsourcing de TI, vamos falar um pouco de 3 deles:

Nearshore

O processo de envio de trabalho relacionado à TI para uma empresa em um país que compartilha fronteira com a sua. Isso facilita a viagem e a comunicação entre as duas organizações.

Onshore

Envolve a contratação de um provedor de serviços externo, localizado no mesmo país em que a empresa está situada, para fornecer trabalho relacionado a TI, remotamente ou no local.

Nesse modelo, equipes locais são facilmente acessíveis, falam a mesma língua, vivem no mesmo fuso horário, têm praticamente o mesmo mindset. Além disso, os gestores internos podem avaliar o trabalho dos colaboradores, além de não estarem muito distantes, caso surjam problemas. 

Offshore

A terceirização Offshore envolve o envio de trabalho relacionado à TI para uma empresa em um país estrangeiro, oferecendo redução de custos.

Quais áreas de serviços beneficiadas pelos modelos 

O Outsourcing de TI é perfeito para diversas vertentes de serviços. Vamos listar uma série delas aqui para que você veja se a modalidade pode solucionar os desafios da sua empresa.

Web & Mobile App

  • Android
  • IOS 
  • Hybrid
  • Cross Platform
  • Windows

DevOps

  • Plataformas em nuvem
  • Automated Delivery Pipeline Services
  • Container Management and Support
  • Consultoria de DevOps
  • Integração e Implantação Contínuas

BI & Big Data

  • Ecossistema Hadoop 
  • Data Science
  • Python
  • Data Analytics e Reports
  • Data Collection
  • Implementação de BI 
  • Desenvolvimento de Data Warehouse 
  • ETL
  • Data Quality

Transformação Digital

  • Human Centered Design
  • Jornada de Experiência do Cliente
  • Drive Data Collection 
  • Aceleração de  Real-Time Analytics 
  • Impacto na Tomada de Decisão

Information security

  • IBM Integration Bus
  • IBM Data Power

Bônus: Alcance melhores resultados com Nearshore + Offshore

Nós resolvemos combinar o melhor entre os dois mundos — nearshore e offshore. O combo promove resultados mais eficientes, inclusive em tempos de crise como os que vivemos agora. 

A partir do Offshore, é possível garantir:  

  • Maior eficiência de custos
  • Grande conjunto de habilidades
  • Infraestrutura escalável
  • Grandes projetos
  • Fuso horário da América do Sul

Já o Nearshore proporciona: 

  • Projetos estratégicos
  • Fuso horário da Europa
  • Proximidade do cliente
  • Cultura semelhante
  • Profissionais de alta qualidade

Com tantas vantagens isoladas, decidimos criar o combo Nearshore + Offshore da MJV, entregando aos nossos clientes: 

  • Maior eficiência de custos
  • Grande conjunto de habilidades
  • Infraestrutura escalável
  • Projetos estratégicos
  • Desenvolvimentos de projetos grandes e complexos
  • Fuso horário da Europa + Fuso horário da América do Sul
  • Dia de trabalho prolongado de 12 horas, por conta dos múltiplos escritórios espalhados pelo mundo

O Futuro já chegou

O desconhecido e a vulnerabilidade são bem desconfortáveis — e por vezes um pouco assustadores. Por isso, momentos de transição acabam sendo vistos como crises. Mas se você olhar com cuidado, verá o enorme potencial inovativo que carregam em si. 

O caminho é se adaptar, de preferência rápido. Aceitar que mudanças, às vezes muitas, devem ser tiradas do papel. 

É hora de buscar soluções — e bons parceiros — para fazer esse realinhamento de planos com a sua empresa. Lembre-se: em um mundo cada vez mais digital, sua TI ganha uma função mais estratégica ainda. Ou deve ganhar. 

O outsourcing é uma ferramenta potente para iniciar esse processo rumo à TI dos novos tempos. 

Um último conselho: corra pequenos riscos, controlados. Isso costuma proporcionar ótimos resultados. Afinal, o que é a inovação, se não a oportunidade de fazer algo de forma diferente?

Acesso ao e-book Nearshore e Offshore: a solução definitiva para expandir sua equipe remotamente
Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter