Fique por dentro! Assine nossa newsletter

01/12/2016
Por
MJV Team

Como um Hackathon pode mudar sua empresa

Existem diversas fórmulas para desenvolver projetos inovadores em uma empresa, e uma delas está se tornando cada vez mais popular e eficiente.

Na medida em que seu contexto é compreendido e aplicado corretamente, um universo de possibilidades surge desta evolução do brainstorming: o Hackathon.

A maratona de conhecimento, integração, desempenho, otimismo, aprendizado que esta metodologia traz é gigantesca para o mundo dos negócios de desenvolvimento de softwares.

Imagine a mente dos corredores de uma maratona, sim, a tradicional São Silvestre do Brasil ou a Maratona de Boston nos EUA. Toda disciplina, foco, concentração somados à explosão química do corredor transformando sua energia física em oxigênio e ainda força para completar a prova.

Tire a parte física de toda esta ação, todo desgaste muscular e a individualidade da prova e troque por motivação, superação, satisfação, trabalho em equipe e ação para completar a prova, e troque por uma prova intelectual, envolvente, sintonizada com sua própria equipe e com as equipes adversárias.

Isso é Hackathon: uma competição genial elaborada para desenvolver as melhores soluções para alimentar a cultura da inovação.

Movendo a cultura organizacional adiante

Com esta força movendo a cultura organizacional, as empresas têm escolhido a maratona de programação como forma de impulsionar o desenvolvimento de novas aplicações ou soluções e de prover a mudança de atitude do processo criativo.

Inovar é a palavra da vez, mas inovar tem interpretação diferente de empresa para empresa e muitas vezes o que se considera como conceito de inovação, não se fundamenta como tal e acaba abrindo uma lacuna onde não há espaço para erros.

Inovar é preciso e saber como fazer é peça chave neste quebra cabeça. Por isso os executivos estão escolhendo esse tipo de encontro produtivo como parte deste processo de mudança e transformando a interpretação do conceito de inovação, abrindo oportunidades para novas maneiras de resolver velhos problemas ou de criar produtos que superem às expectativas gerando valor para a organização.

Desenvolver produtos que além de inovadores sejam inesperados, melhores e mais proativos do que no scopo inicial. Isso transforma a empresa e a torna mais ágil e integrada, preparada para lidar com os desafios da busca por resultados.

Inovação é cultural

Aqui em nosso blog dizemos isso o tempo todo. Inovação não é uma atitude isolada, mas uma cultura a ser estabelecida.

Mais do que mudar a cultura de inovação da empresa, uma maratona traz desafios inesperados para os participantes, isso motiva, atrai e mantém novos talentos na equipe. Se você andou se perguntando como atrair estes “rockstars” da programação para sua organização, esta é a resposta que você procurava.

Como construir

Tudo começa com o que você deseja construir. Planeje, busque informação, dê um “search”.

Sua ideia deve ser clara, compreensível e inspiradora. Fazendo o dever de casa seu projeto será executado por pessoas que não estão ali por retornos financeiros.

Eles existem e são importantes, mas o que inspira um “hackatonista” é a causa, a conquista, a vitória com o aprendizado que este trabalho traz, e de fato é possível ver nos olhos dos participantes a sensação e bem estar que essa realização produz.

É para minha empresa?

Não ache que a realização de uma maratona de cocriação não é para sua empresa. Pode parecer difícil no começo, mas entendendo o funcionamento tudo fica mais claro.

Primeiramente determine a plataforma de desenvolvimento. Neste ponto você verá como é o início do processo de cocriação e quem serão os convidados a participar do projeto.

A estabilidade da plataforma e um bom planejamento nesta etapa produzirá menos erros, menos problemas e mais soluções no caminho do desenvolvimento da aplicação. Após a definição da plataforma e APIs, outro desafio é encontrar os talentos para sua equipe.

Os melhores talentos estão esperando para ser encontrados

Esses potenciais talentos podem estar na empresa, podem ser convidados, podem estar nas faculdades, nos portais ou nas redes sociais da empresa.

Um talento é como ouro bruto, você o encontra, sabe que é ouro, mas se você lapidar ele ficará muito mais valioso.

Às vezes é assim, um talento precisa ser estimulado.

Recentemente um Hackathon na Mercedes Benz contou com sua própria equipe de engenheiros e abriu oportunidades para novos desenvolvedores participarem do processo através de inscrições no site.

Para o sucesso da maratona é importante ter em mente alguns conceitos que podem ser mal interpretados fazendo com que o Hackathon perca sua real finalidade, se isso acontecer tudo que foi construído pode ser perdido.

Como fazer

Então vamos a alguns pontos principais:

  • O evento não deve ser criado visando os lucros do projeto e nem ser utilizado como forma de explorar o tempo ou o conhecimento das pessoas. É um projeto de cocriação. Criatividade e liberdade têm uma ligação forte nesse trabalho;

  • É colaborativo e competitivo. Vencer ou perder nessa situação não é o mais fundamental. Fica claro que o objetivo é evoluir e as diferentes equipes têm metas para atingir. A competitividade gerada visa fazer acontecer, evoluir e a vitória de uma equipe ou de outra é pela satisfação e realização do projeto e não pela derrota da equipe concorrente. “Vou te vencer, por nós” esse é o espírito;

  • Deve educar e inspirar os participantes, clientes e organizadores. Essa diversidade de mentes e ideias interagindo e construindo fomenta o ambiente evolutivo;

  • O ambiente onde acontecerá o desafio deve proporcionar confiança, segurança e lazer para que haja a interação criativa. Esse novo método de inovação surgiu para mudar a maneira de realizar projetos dentro ou fora do ambiente corporativo;

  • O objetivo é criar novas soluções que movam para frente os participantes, as ideologias e realizações. Fazer algo novo, algo que vai mudar o mundo; essa é a motivação principal da maratona de desenvolvimento.

  • Deixe claro qual o objetivo do projeto, permita que os convidados tenham conhecimento da API a ser utilizada, assim é melhor colocar toda a energia na realização com sucesso da maratona.

Conclusão: o objetivo final é…

Um Hackathon bem organizado motiva, prospera, transforma a maneira de pensar das pessoas dentro e fora da empresa. Soluciona, realiza e inspira líderes e seus seguidores a cada vez mais contribuir, participar, mudar o status quo para melhor. Evoluir: essa é a real finalidade de um Hackathon.

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter