Compartilhar:

Categorias:

6 min read

Inovação incremental: o que é, vantagens e como colocar em prática

Quando falamos em inovar você pensa apenas em grandes feitos? Acredite: pode ser bem mais simples que isso. Conheça a inovação incremental!


Inovação virou uma palavra-chave em todas as organizações no mundo inteiro. E ser uma empresa inovadora virou quesito obrigatório para agradar clientes cada vez mais exigentes. Mas você já ouviu falar na inovação incremental?

É um senso comum achar que ser inovador é trazer ideias mirabolantes e soluções disruptivas. É claro que isso acontece, ainda mais com o avanço constante da tecnologia. Porém, inovar nem sempre se trata disso.

O conceito de inovação corporativa está diretamente ligado à ideia de gerar valor ao negócio. Para isso, é imprescindível que esteja alinhada à estratégia organizacional e que tenha aplicações práticas. 

Mas lembra que falamos acima que não se trata apenas de grandes feitos? É aí que entra a inovação incremental. Vamos entender tudo sobre ela nesse artigo. Confira!

O que é a inovação incremental?

A inovação incremental consiste em identificar e adotar melhorias em um determinado produto ou serviço que já existe. 

Isso porque não se trata de uma invenção ou nova solução, mas de trazer uma série de mudanças constantes que aumentem a qualidade e o valor de mercado do que você já tem na sua empresa.

Acredite: estamos testemunhando um movimento cada vez maior das empresas no sentido de adotarem mais a inovação incremental do que se concentrarem em lançar novos produtos no mercado.

Isso garante, principalmente para aqueles que já são sucesso de vendas, que a corporação terá lucro garantido e uma possibilidade ainda maior de fidelização de seu cliente – mas vamos falar dos benefícios mais adiante.

Como a inovação incremental funciona?

Talvez você tenha chegado aqui achando que a inovação incremental é algo novo, que surgiu como uma forma das empresas se manterem competitivas em um mercado cada vez mais disputado, certo? Errado!

Pode soar estranho, mas a inovação incremental surgiu antes do termo inovação se tornar pauta obrigatória na agenda de todas as companhias do mundo. 

Lá em 1939, o economista e cientista político Joseph Schumpeter apresentou o conceito em seu livro “Business Cycle”, apresentando-o como um modelo de inovação. 

Para gravar o conceito:

INOVAÇÃO INCREMENTAL
↓↓↓↓↓↓↓↓
PRODUTO OU SERVIÇO JÁ EXISTENTE
+
PEQUENAS INOVAÇÕES E MELHORIAS
↓↓↓↓↓↓↓↓
PRODUTO OU SERVIÇO INOVADOR
+ qualidade+ diferenciação no mercado+ competitivo+ lucro

Com esse pequeno infográfico aqui em cima já demos alguns spoilers das vantagens da inovação incremental. Mas vamos entrar em detalhes a seguir. Acompanhe!

Vantagens da inovação incremental

Já deve estar mais claro para você o motivo da inovação incremental ser tão frequentemente adotada nas empresas. Essa é uma prática bem comum no mercado – inclusive bem mais do que a inovação em si. 

É tão comum que provavelmente você já viu ou até mesmo adquiriu produtos que passaram pela inovação incremental – vamos dar alguns exemplos mais adiante.

A verdade é que as vantagens desse modelo de inovação são indiscutíveis. Vamos mostrar algumas delas, confira:

1. Maior probabilidade de sucesso

Se já existe um público fiel ao seu produto ou serviço, qual a chance desse público querer o mesmo produto em uma versão ainda melhor? Muito grande, certo? 

Agora pense em outro cenário: qual a chance desse mesmo público, que já é fiel a um produto, experimentar um novo? É possível, mas parece bem menor do que a primeira possibilidade.

A inovação incremental garante mais segurança financeira para as corporações uma vez que os índices de aceitação e receptividade dos usuários para atualizações de produtos que já conhecem é muito maior do que probabilidade de adquirir novos.

2. Menos risco

Pode parecer que não, mas inovar é bastante arriscado. Além de envolver tempo e dinheiro, uma inovação radical pode custar também a reputação da sua marca. 

Para as empresas que não estão dispostas a – ou que não podem – correr muitos riscos, a inovação incremental é uma forma conservadora e segura de inovar e se manter competitivo.

3. Diferencial de mercado

Colocamos esse item no nosso infográfico e não foi à toa. Ter um diferencial competitivo é fundamental em um mercado que não para de evoluir e atender os desejos e necessidades de seus consumidores.

Quem não se atualiza, fica para trás. É engolido pelo mercado. Ter algum diferencial, mesmo que simples ou relativamente pequeno, é fundamental. 

Importante!

Parece fácil, mas não é tanto assim. 

Para que tudo que falamos aqui em cima funcione da melhor forma e você tenha sucesso na sua empreitada de inovação incremental, é fundamental seguir as melhores práticas. 

Por isso, o próximo item é para anotar.

E se você busca saber qual o passo a passo para aplicar a inovação com eficiência na sua empresa, preencha o formulário abaixo e acesse o kit com métodos e ferramenta.

Acesse grátis

Kit inovação na prática: métodos e ferramentas para aplicar na sua empresa

Melhores práticas na hora de implementar

  • Cultura de inovação corporativa

O primeiro questionamento que você precisa fazer é: o que é inovação dentro da realidade e da estratégia do meu negócio? 

Em segundo lugar, mas não menos importante, questione-se sobre o que os seus colaboradores entendem como inovação e se eles estão preparados para virar definitivamente essa chave.

Isso porque é fundamental que a sua empresa proporcione um ambiente com estrutura organizacional que possibilite uma cultura de inovação corporativa. 

Como fazer isso?

  • Conecte todos os seus colaboradores com o propósito da empresa;
  • Oriente as equipes a gerar novas soluções e ideias; 
  • Foque nas melhorias que estão alinhadas aos objetivos estratégicos do negócio;
  • Aplique as ideias na prática.
  • Laboratório de inovação

Falando em aplicar na prática, um laboratório de inovação pode ser útil tanto para a geração de novos produtos e serviços, quanto para a reformulação de processos. 

Nesse contexto, erros são entendidos como oportunidades para obter melhores resultados, pois aceleram o processo de aprendizagem. 

Ter um espaço designado para a inovação incremental traz benefícios para a cultura da empresa e suas comunicações internas, pois este é o núcleo que irá disseminar os conhecimentos adquiridos em cada projeto.

Alguns pontos importantes sobre um laboratório de inovação incremental no ambiente corporativo:

  • Benefícios para empresas;
  • Dicas para implementação ;
  • Cases de criação de laboratórios de inovação.

Inovação incremental na prática 

Quando falamos anteriormente que você não só já viu um produto que passou por inovação incremental, mas provavelmente já usou, estávamos falando a mais pura verdade. 

E agora vamos provar, veja alguns exemplos da inovação incremental sendo aplicada na prática.

  • Apple

Quantas atualizações e novas versões o iPhone já teve? Mesmo que simples, a cada nova geração o smartphone traz mais benefícios e facilidades para seus usuários.

Não é à toa que os clientes da Apple são fidelizados e, geralmente, possuem todo o ecossistema de wearables da marca. 

Mesmo a Apple sendo uma gigante, se não tivesse adotado a inovação incremental em seus gadgets, provavelmente já teria sido engolida pelos concorrentes e perdido espaço no mercado.

  • BIC

Sim, ela mesma: a caneta mais simples e funcional do mercado. Pode ser que você esteja olhando para a sua agora mesmo e pensando “o que é que essa caneta teve de inovação incremental?”. 

Acredite: muita coisa. 

A esferográfica que surgiu em 1945 já trouxe uma inovação: foi a primeira caneta a ter uma mecânica que dispensava a carga manual de tinta. 

Depois, vieram uma série de inovações incrementais, como a abertura de ventilação da tampa e o pequeno orifício no corpo da caneta que, apesar de pequeno, é o responsável por evitar a desagradável situação da caneta estourar e sujar tudo de tinta.

  • Coca-Cola

Os clientes não estão só mais exigentes, mas, hoje, se preocupam com causas que não eram tão fortes no passado, como por exemplo sustentabilidade, saúde e bem-estar.

Nesse sentido, a Coca-Cola já foi alvo de incontáveis críticas por conta de sua linha de refrigerantes. E a cada crise, a empresa se renova e traz novas opções de seus produtos. 

Além de diversos novos sabores, ainda traz novas composições, designs e abordagens de acordo com as exigências de seus consumidores – que, diga-se de passagem, são um dos mais fiéis.

Gostou do conteúdo? Esperamos que ele tenha te ajudado a entender mais sobre a inovação incremental.

Que tal colocar essas dicas em prática agora mesmo? Clique no banner, baixe o Kit Inovação na Prática e acesse métodos e ferramentas para inovar agora mesmo!

Voltar