01/07/2020
Por
MJV Team

DevOps: Por que o método é tão importante

DevOps é um método que integra a área de desenvolvimento e operações.

 A solução envolve a automatização da governança de TI e é ainda mais efetiva com a aplicação do desenvolvimento ágil

Recentemente, nós lançamos um e-book bastante completo sobre este tema — se você ainda não leu, baixe agora mesmo. E é desse material que tiramos boa parte das informações que trazemos neste artigo.

Continue lendo para entender por que mais e mais empresas têm percebido a importância do DevOps e que benefícios elas estão percebendo!

Por que o DevOps se tornou protagonista 

Afinal, por que DevOps é a pauta do momento nos departamentos de TI? Vivemos intensas transformações na era digital, que remodelam mercados inteiros do dia para a noite. Para fazer entregas rápidas e satisfazer um cliente mais exigente, as empresas precisam eliminar a burocracia e os processos truncados.

No ambiente DevOps, times podem compartilhar códigos com transparência, a integração ocorre de maneira contínua e a automação ajuda a detectar problemas ainda na fase de desenvolvimento.

Isso não ocorre no ambiente tradicional, em que os códigos são simplesmente “lançados” para o departamento de operações ao final do processo.

Pense em uma linha de montagem tradicional. Cada peça é colocada uma a uma e, ao final do processo, temos o produto completo. No modelo tradicional de TI, só testamos a viabilidade deste produto quando a produção se encerra. Já no DevOps, a equipe de operações recebe um feedback contínuo de quem está programando.

Em suma, com essa metodologia é possível: 

  • criar coesão entre as equipes; 
  • dividir responsabilidades; 
  • reforçar o feedback; 
  • aumentar a segurança do ambiente de produção; 
  • acelerar o desenvolvimento de novas aplicações.

Onde o DevOps se encaixa

A automação é uma das coisas pelas quais o DevOps é mais conhecido. 

Através da automação, é possível reduzir custos, e isso permite tirar proveito de lotes de trabalho cada vez menores. 

Lotes menores de trabalho são mais fáceis de entender, comprometer-se, testar, revisar e saber quando são concluídos. Esses tamanhos de lote menores também contêm menos variação e risco, facilitando a implantação e, se algo der errado, a solução de problemas e a recuperação. 

Com a automação combinada com uma prática ágil sólida, é possível obter desenvolvimento de recursos muito próximo ao fluxo de peça única, fornecendo valor aos clientes de forma rápida e contínua.

Mais tradicionalmente, o DevOps é entendido como uma maneira de derrubar os muros da confusão entre as equipes de desenvolvimento e operações. 

Nesse modelo, as equipes de desenvolvimento criam recursos, enquanto as equipes de operações mantêm o sistema estável e funcionando sem problemas. 

Tradicionalmente, o atrito ocorre porque os recursos do desenvolvimento introduzem mudanças no sistema, aumentando o risco de uma interrupção, pela qual a equipe de operações não se sente responsável — mas precisa lidar com isso de qualquer maneira. O DevOps não está apenas tentando reunir as pessoas, é mais uma tentativa de fazer alterações mais frequentes com segurança em um ambiente complexo.

Benefícios do DevOps para o seu negócio

Confira, a seguir, quais são as vantagens que sua empresa vai perceber ao implementar uma estratégia de DevOps.

O DevOps encurta o ciclo de desenvolvimento 

Organizações tradicionais costumam demorar meses para lançar uma nova solução ou aplicação. O grande diferencial do DevOps é a diminuição abrupta do ciclo de desenvolvimento, podendo ser realizado em dias ou até horas.

Tudo isso ocorre por conta da integração constante entre desenvolvimento e operações, além da automatização de uma série de processos. Com o método, passamos a operar com a ideia de desenvolvimento contínuo.

Cria o ambiente para inovação

Nos moldes tradicionais de desenvolvimento, muitas vezes o departamento de TI fica mais preocupado em resolver e corrigir problemas do que em desenvolver soluções inovadoras.

Isso acontece porque a equipe de operações fica deslocada e demora muito tempo para colocar qualquer nova aplicação em produção.

Como os ambientes são integrados e o ciclo é acelerado, podemos concentrar esforços em inovar, em vez de apagar incêndios. 

Otimiza os recursos da empresa

Investir no modelo DevOps também significa otimizar os recursos da organização. Afinal, a automatização é, por si só, uma forma de reduzirmos os custos e o tempo necessário para terminar os processos.

Além disso, a capacidade de produção aumenta, já que os colaboradores não ficam “aprisionados” nos mesmos projetos por muito tempo.

Melhora a experiência do usuário 

Proporcionar uma boa experiência para o usuário é uma das prioridades na era digital. Para isso, precisamos de aplicações focadas nas necessidades deles e que funcionem sem erros. DevOps é a solução para fazermos entregas de qualidade.

Como vimos, a equipe de desenvolvimento terá liberdade para criar novos códigos, enquanto que o time de operações gastará menos tempo para colocar as novas aplicações em produção. Em resumo, teremos uma solução mais confiável e menos instável.

Amadurece a cultura organizacional

Na maioria das organizações, desenvolvimento e operações vivem uma verdadeira guerra. Há um muro invisível dividindo os departamentos e, em alguns casos, o clima de hostilidade entre eles é real, o que afeta a produtividade.

Com a integração dos times, proporcionamos um ambiente e um clima organizacional mais amigável e harmônico.

Para finalizar, sempre bom lembrar que DevOps descreve uma cultura e um conjunto de processos que unem equipes de desenvolvimento e operações para concluir o desenvolvimento de software. Essa “filosofia” permite que as organizações criem e aprimorem produtos em um ritmo mais rápido do que podem com as abordagens tradicionais de desenvolvimento de software.

→ Quer se aprofundar ainda mais neste tema? Baixe agora mesmo nosso e-book DevOps: reduza o tempo de entrega da sua T.I!

Ebook Devops Reduza o tempo de entrega da sua TI - MJV Technology & Innovation

 

 

Voltar