06/26/2019
By
MJV Team

Transformação Digital: por que ser uma empresa de dados

A transformação digital que estamos vivendo tem proporcionado a possibilidade de criar novos modelos de negócios.

Empreendimentos que até pouco tempo pareciam bem consolidados agora estão modificando suas atuações no mercado por meio da ciência de dados.

É este o mote do artigo que você começou a ler. 

Continue aqui para entender a importância de pensar um modelo de negócio digital. E veja como utilizar os dados que já existem dentro da sua empresa para criar modelos de negócios inovadores!

A Revolução Digital

Comecemos por contextualizar a Revolução Digital, termo que estamos ouvindo com mais frequência ultimamente. Ela refere-se ao rápido salto da tecnologia da informação, do analógico para o digital. 

Uma maneira interessante de visualizar esse movimento na prática é ver como os hábitos de comunicação se digitalizaram nos últimos anos. A partir de 2010, a comunicação móvel, via internet, chegou a 70% da população mundial. 

Com novos dispositivos constantemente chegando ao mercado, e a inovação que desperta o interesse dos consumidores, o uso da tecnologia digital se tornou tão comum quanto dirigir ou utilizar um carro. 

Essa revolução também chegou ao mundo corporativo — na verdade, a esta altura do campeonato fica difícil afirmar se as empresas aderiram ou se foram impulsionadoras da tecnologia digital na sociedade como um todo, mais isso não importa. 

O que realmente é preciso saber é que nenhum negócio pode se dar ao luxo de não ter uma estratégia para aproveitar a revolução digital.

Transformação Digital e os novos modelos de negócios de dados

Dentro da revolução digital, um fenômeno interessante é protagonizado pelas empresas: a Transformação Digital. 

Dizemos que uma empresa está em transformação digital quando ela implementa processos de exploração de tecnologias digitais para fazer ajustes em sua operação, tornar o negócio mais estratégico, entre outras finalidades. 

Também é correto afirmar que muitas empresas vivem essa transformação de maneira inconsciente, ou seja, sem uma estratégia bem definida. É o que podemos chamar de transformação digital não estruturada — ela não perpassa todas as esferas da empresa e não é um projeto ligado aos objetivos estratégicos.

As organizações onde a transformação digital é pensada e segue linhas direcionadoras bem definidas normalmente são aquelas onde os recursos digitais são empregados para criar novos modelos de negócios.

Uma coisa é uma empresa tradicional aderir a sistemas e aplicativos para modernizar seus processos. Outra é empregar esses recursos digitais para inovar e gerar ainda mais valor de mercado. 

O valor dos dados em um mundo em transformação digital

Agora, não dá para falar em revolução e transformação digital sem entender o valor dos dados. Neste novo mundo, eles assumem um posto de ativo e, portanto, podem ser empregados para gerar valor aos negócios.

Atualmente, uma empresa que já assumiu a transformação digital como estratégia consegue compreender e analisar as tendências de mercado com ajuda de serviços e ferramentas de Big Data. 

Tomemos por exemplo os padrões de compra dos clientes. Ao compreendê-lo, um negócio consegue se antecipar às demandas. Desta forma, os produtos mais procurados estão disponíveis, o que impacta positivamente o atendimento ao cliente. 

Big data é a ferramenta perfeita para obter uma visão de seus clientes. Ele pode “profetizar” suas necessidades com antecedência e, portanto, fornece melhores resultados no atendimento ao cliente. Os problemas do usuário podem ser minimizados e resolvidos a tempo. Qualquer feedback negativo em seus canais de mídia social ou site pode ser detectado e as ferramentas pedem que você tome medidas imediatas.

A boa gestão de análise de dados, que envolve plataformas de Big Data, Business Intelligence, Analytics entre outras, tem ajudado muitas empresas a tornar seus processos mais automatizados e práticos, economizar dinheiro, potencializar a produtividade etc. 

Vamos a um exemplo prático. A US Cellular, empresa americana especializada em smartphones, conseguiu obter 23% mais visitantes no seu e-commerce com análise preditiva de grandes volumes de dados. Ou seja, utilizou técnicas de mineração de dados, modelagem, aprendizado de máquina e inteligência artificial para ter uma análise aprofundada com vistas para o futuro. 

Anteriormente, a empresa não tinha certeza se conseguiria melhorar os resultados da loja física apenas incrementando as ações online. 

Ela descobriu, por exemplo, que para o internauta, interagir com ofertas recentes era mais importante do que saber as especificações dos produtos. Ao melhorar a disposição das promoções e dos novos lançamentos, a empresa aumentou o tráfego online e também a conversão em vendas.

Por que ser um empresa orientada a dados

O melhor dos cenários para quem quer aproveitar a era digital e transformar seu negócio é tornar a gestão orientada a dados.

Mas o que é isso? A gestão orientada a dados pode ser descrita como a prática de utilização de dados nos mais diversos processos empresariais de maneira sistemática e contínua. 

Empresas orientadas a dados estabelecem processos e operações para facilitar a aquisição das informações necessárias pelos funcionários, mas também são transparentes quanto às restrições de acesso e aos métodos de governança.

A seguir, confira um detalhamento das principais vantagens de ser uma empresa orientada a dados.

Ganhos financeiros

Um relatório recente da Economist Intelligence Unit (EIU), baseado em uma pesquisa com mais de 500 executivos seniores, principalmente de nível C, indica que as empresas que tomam decisões com base em dados tendem a fazer melhor financeiramente.

Aumento de produtividade

Um estudo semelhante feito pela Harvard Business Review concluiu que as empresas orientadas por dados não apenas tomam decisões melhores e potencializam ganhos, mas também se tornam mais rápidas e produtivas.

Mais capacidades de inovação

Modelos de negócios em que os dados são ativos importantes, e inclusive são usados para gerar produtos e serviços, também tendem a ser mais inovadores. 

É isso que faz com que as startups sejam tão disruptivas; e essa potencialidade também pode ser melhor explorada pelas empresas tradicionais, nos mais variados segmentos do mercado.

Melhor capacidade de prever o futuro

Captar, analisar e monitorar informações como dados de vendas, tendências do setor, notícias e atividades de mídia social também ajuda no planejamento estratégico, de médio e longo prazo.

Além das análises preditivas que podem ser realizadas continuamente com ferramentas especializadas, a capacidade analítica dos executivos de negócio também os ajuda a visualizar como suas decisões vão repercutir no futuro. Isso potencializa a competitividade em um patamar bastante superior.

Como construir um DNA Digital na sua empresa

Veja agora algumas dicas para construir um DNA Digital em sua empresa, ou seja, colocá-la na crista da onda da transformação digital com consciência e visando resultados palpáveis.

Invista em talentos

Buscar, desenvolver e reter talentos é um desafio significativo que pode dificultar o sucesso das estratégias digitais. 

De pequenas startups a corporações multinacionais, as organizações devem estar preparadas para se adaptar a fim de criar um ambiente que atraia e envolva continuamente talentos digitais.

Invista em ferramentas

Contudo, o melhor quadro de colaboradores não é suficiente se as pessoas não dispuserem de softwares, aplicações e equipamentos digitais. 

A boa notícia é que está cada vez mais barato adquirir soluções digitais. Também é muito mais rápido implementá-las e utilizadas com eficácia. Com a computação em nuvem, por exemplo, a maioria dos recursos tecnológicos pode ser adquirida e utilizada virtualmente, sem necessidade de fazer mudanças profundas na infraestrutura interna de TI.

Busque ajuda especializada

Por fim, um conselho prático: busque ajuda especializada para virar a chave e transformar sua empresa digitalmente. 

O olhar externo, de uma consultoria, por exemplo, pode ajudar o seu negócio a localizar e aproveitar oportunidades que não estão visíveis a olho nu. Opte por parcerias com empresas focadas em inovação e transformação digital. A expertise trazida por essas organizações com toda certeza vai ser um divisor de águas em seu negócio.

design-thinking-e-agil-transformacao-digital

Voltar