Compartilhar:

Categorias:

4 min read

Quais processos você pode automatizar agora com RPA?

RPA já era um tema quente em todas as empresas do mundo – antes mesmo do mundo se tornar ainda mais remoto e digital. O tópico é importante nos círculos de TI e de negócios e está na agenda das empresas que querem sair na frente.


É urgente repensar processos e alocar a mão de obra em tarefas realmente estratégicas. Nesse contexto, faz ainda menos sentido que seus colaboradores percam tempo desempenhando tarefas que robôs podem fazer, certo?

Dessa forma, muitas corporações recorreram ao poder da automação de processos em geral como uma resposta eficaz para escalar sua produtividade e potencializar resultados.

Você pode estar se perguntando: mas por onde começo? Que processos posso automatizar? Por onde iniciar a automação na minha empresa? Nesse blog post, vamos te contar tudo isso. Acompanhe! 

RPA: o que é?

First things first. Imaginamos que, se você chegou até aqui, já conhece o conceito de RPA. Porém, não custa nada relembrar.  

RPA é a automação de processos repetitivos em Softwares, como Sistemas de Gestão (ERP / SAP), para que possamos deixar de gastar tempo com processos que são apenas uma sequência de interações e focar na especialidade do ser humano: inteligência e criatividade. 

Pensando em termos corporativos, isso vai impactar diretamente em estratégia e lucro, é claro! Uma vez que você deixa seus colaboradores livres de processos repetitivos e maçantes, possibilita que estejam focados em desenvolver novos projetos e otimizar processos.

IMPORTANTE!

É preciso entender que o robô é projetado para nos auxiliar. A definição de RPA deixa bem claro algo que precisamos ter sempre em mente: O SER HUMANO NÃO SERÁ SUBSTITUÍDO PARA TODAS AS TAREFAS.

Pode parecer lógico, mas esse é um medo real de muitos gestores e colaboradores. Isso não vai acontecer – pelo menos não quando falamos em RPA. Em termos de automação, estamos focando nas tarefas que não são pensantes. Por exemplo: um CTRL + C em uma planilha de Excel e um CTRL + V em um sistema. 

Como implementar RPA na sua empresa

Agora que você já entendeu o que é RPA – e provavelmente já identificou onde pode encaixá-la na sua empresa -, vamos falar um pouco sobre os próximos passos.

O primeiro é identificar quais são seus principais incômodos. O que está engargalando as tarefas, ocupando seus colaboradores de desempenhar atividades estratégicas e atrapalhando a produtividade? 

A seguir, listamos algumas dores que podem ser resolvidas pela RPA. 

  • Processos cheio de planilhas e sistemas 
  • Erros ao digitar de um sistema para outro
  • Volume alto para curto tempo de entrega
  • Déficit de operadores que gera Backlog
  • Falta de pessoal para desempenhar novas atividades

Como reverter esse quadro? 

A resposta está em redesenhar os processos pensando na automação e traçar estratégias.

Alguns exemplos:

  • Conciliação bancária (SAP, ERPs)
  • Emissão de NF
  • Conferência de Planilhas x Sistemas
  • SAP em geral (FBL3N, FB03, ME, MM etc.)
  • Downloads de informações Web
  • Inclusão de dados em sistemas
  • Relatórios
  • Pedidos
  • Cálculos de Frete
  • Acompanhamentos de Pedidos

Por onde começar?

Automação de relatórios

As soluções RPA podem gerar relatórios automaticamente, analisar seu conteúdo e, com base no conteúdo, enviá-los por e-mail para as partes interessadas.

Contas a pagar e a receber

Os robôs RPA podem preencher lacunas de integração. Trabalhando no frontend, criam uma maneira mais fácil de automatizar o processo. Processos de pagamentos e recebimentos totalmente automatizados garantem que as melhores práticas sejam seguidas.

Folha de pagamento

As organizações podem contar com bots para aumentar a automação no processo de gerenciamento da folha de pagamento.

Recrutamento e seleção

Os robôs RPA podem ser implantados de forma rápida e eficaz para automatizar parte do processo com tarefas para funcionários novos ou demitidos. Isso traz velocidade e transparência a todo o processo.

Monitoramento de servidor e aplicativo

A RPA promove a redução de custos operacionais de TI e a economia de custos ao planejar as interrupções fora do horário comercial ou nos dias úteis.

Implantação de software

Os cenários de teste comuns são automatizados com ferramentas RPA e esses testes são executados após cada versão, garantindo que novos bugs não sejam introduzidos no código.

O que você vai precisar?

O que isso vai gerar? 

A tecnologia de automação de processos robóticos ajudam as organizações em suas jornadas de transformação digital, gerando os seguintes resultados:

  • Melhoria no atendimento ao cliente
  • Garantia de operações e processos de negócios em conformidade com os regulamentos e padrões
  • Conclusão de processos mais rapidamente
  • Mais eficiência com processos digitalizados e auditados
  • Economia de custos para tarefas manuais e repetitivas
  • Funcionários com atuação menos operacional, mais estratégicos, produtivos e inovadores

É importante lembrar que a RPA não deve ser vista como uma tendência isolada; ela, na verdade, faz parte da Transformação Digital que abrange outras tecnologias, outros métodos, outras abordagens. 

Isso fica bem claro quando falamos em Hiperautomação. A premissa é a mesma do RPA: as ferramentas isoladas não são capazes de substituir as chamadas capacidades humanas. Porém, aqui mora uma virada de chave: ao combinar e integrar essas ferramentas – como RPA (Robotic Process Automation), IA (Inteligência Artificial) e iBPMS (Intelligente Business Management) – torna-se possível substituir até mesmo essas capacidades.

Sim, a Hiperautomação versa diretamente com o aprendizado e a tomada de decisão. A combinação das ferramentas torna a máquina capaz de substituir humanos além das tarefas operacionais – elas são capazes de conduzir questões mais complexas.

Sendo assim, mais do que apenas entender o que é, para que serve e como utilizar RPA, é preciso que as lideranças das empresas mudem sua visão de como podem aproveitar as “tecnologias do futuro” — que, nós sabemos, são muito mais do presente que do porvir.

Já pensou em solucionar os desafios do seu negócio com RPA? Você já sabe, se precisar de ajuda para aproveitar as vantagens dessa abordagem tecnológica, é só falar com um de nossos especialistas no tema!

Voltar