Fique por dentro! Assine nossa newsletter

10/29/2014
Por
MJV Team

As 3 fases do Design Thinking: Ideação

Depois de conhecermos a primeira fase do Desing Thinking (Imersão), vamos conversar agora sobre a Ideação. Nesta segunda fase, a equipe se reúne para dar vazão ao processo criativo e apresentar sugestões para o problema, já identificado e esmiuçado.

As ferramentas de síntese criadas durante a análise, como as personasjornadascritérios norteadores, são agora usadas para estimular criatividade, pois ajudam a dar foco permitindo que sejam criadas fora da caixa. Na ideação é muito importante que uma variedade de perfis de pessoas esteja envolvida, incluindo também quem será beneficiado com as soluções propostas.

Veja algumas formas de fazer a Ideação:

Brainstorming

No brainstorming,a equipe se reúne para a “tempestade cerebral”. O objetivo é juntar o maior número possível de ideias.

Workshop de cocriação

Encontro onde é realizada uma série de atividades em grupo para estimular a criatividade e a colaboração.

Depois de gerar muitas ideias, elas devem ser organizadas e analizadas. Veja algumas ferramentas utilizadas a partir deste momento:

Cardápio de ideias

O cardápio de ideias consiste na montagem de um catálogo com a síntese das ideias geradas até então. O objetivo é começar a organizar os insights e torná-los visíveis e compreensíveis para todos.

Matriz de posicionamento

matriz de posicionamento é uma ferramenta de análise estratégica para as ideias geradas, e tem como objetivo apoiar o processo de decisão. Agrupam-se as ideias por semelhança e, em seguida, os dados dos critérios norteadores e de personas são cruzados para avaliar se cada ideia atende a um requisito.

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter