Fique por dentro! Assine nossa newsletter

01/12/2021
Por
MJV Team

Entenda o que é e qual a importância do DevSecOps

Já falamos aqui sobre o DevOps: o modelo para o departamento de TI que pretende pôr um fim ao conflito de interesses entre os setores de desenvolvimento e operações.

Enquanto o primeiro precisa de agilidade para implementar a melhoria contínua nos processos da empresa, o segundo caracteriza uma área mais conservadora e espera o mínimo de alterações dentro do ambiente de produção, evitando instabilidades prejudiciais aos processos.

Mas é preciso ir além. A migração para o ambiente 100% remoto e digital trouxe a questão da segurança com força total. Não existe mais espaço para sacrificar a segurança em prol do desenvolvimento. Mais do que nunca: é preciso que ambos caminhem juntos. 

É aí que entra o DevSecOps. Como o nome já diz, a segurança entra no meio do desenvolvimento e da operação para unificar desenvolvedores de software e profissionais de operações. 

Vamos entender melhor como funciona esse modelo de operação e qual sua importância não só para o setor de TI, como para todas as áreas da sua empresa. Acompanhe!

O que é DevSecOps

Vamos começar com um fato que você precisa sempre ter em mente: práticas inadequadas de segurança podem – e provavelmente vão – arruinar até as iniciativas mais robustas e eficientes de DevOps.

Daí surgiu o DevSecOps, que nada mais é do que pensar e incorporar a segurança da aplicação e da infraestrutura como uma responsabilidade compartilhada entre os times e integrada a todos os processos do início ao fim.

O novo termo, incorporando o “sec”, de segurança, ao nome, enfatiza a importância da criação desse alicerce como uma forma de sustentar as iniciativas de DevOps. 

Você deve estar se perguntando porque essa mudança ocorreu. O que aconteceu? O Ágil aconteceu. Vamos explicar melhor.

DevOps x DevSecOps: o antes e o depois 

Dentro do DevOps – e em uma realidade distante, pré-mundo 100% digital -, a equipe de segurança da TI não era diretamente envolvida. Apesar de fazer parte do modelo de forma macro, não estava totalmente integrada. 

O que acontecia era que essa equipe de segurança entrava em cena somente nos momentos finais da fase de desenvolvimento. Isso não era um problema em duas situações:

  • Quando não existiam muitas adequações de segurança a serem feitas
  • Quando os projetos duravam muito tempo (meses ou até anos)

Porém, como falamos aqui em cima, o Ágil entrou em cena e reduziu de forma drástica a duração dos projetos. Hoje, os ciclos de desenvolvimento se tornaram cada vez mais rápidos e frequentes. O Ágil faz com que eles durem semanas ou até dias. 

Dessa forma, não tem jeito: para sustentar a agilidade e a capacidade de resposta que a abordagem DevOps pode proporcionar é fundamental que o setor de segurança da TI esteja integrado em todo o processo – seja ele qual for. 

É importante lembrar que deixar a segurança para o final do ciclo de desenvolvimento – ou seja, manter a empresa rodando no DevOps sem incorporar a segurança desde o início – pode fazer com que a corporação acabe voltando aos longos ciclos de desenvolvimento (que o Ágil quer tanto evitar). 

6 passos para implementar DevSecOps

Você deve estar se perguntando como virar a chave do DevOps para o DevSecOps. Já adiantamos algo bem importante: a mudança cultural é obrigatória nesse processo. 

Listamos 6 passos para começar a integrar o “sec” ao seu DevOps hoje mesmo. Confira!

1. Segurança em 1º lugar

Convide as equipes de segurança a participarem das iniciativas de DevOps desde o início.

2. Bem no alvo!

Uma boa estratégia de DevSecOps é determinar a tolerância a riscos e conduzir uma análise de riscos e benefícios.

3. Choose your weapons!

Escolha as ferramentas corretas para integrar a segurança continuamente. 

Nota: uma segurança eficaz em DevOps requer mais do que ferramentas novas. Ela deve ser construída baseada em mudanças culturais geradas pelo DevOps e se integrar ao trabalho das equipes de segurança o mais cedo possível.

4. Integração e automação

Ao integrar a segurança da informação será possível estabelecer um plano de automação. 

Nota: Automatizar tarefas repetitivas é essencial para o DevSecOps, já que verificações de segurança manuais no pipeline podem ser muito demoradas para serem realizadas pelos humanos. 

Lembre-se! DevSecOps significa automatizar algumas barreiras de segurança para evitar que o fluxo de trabalho do DevOps fique lento. 

5. Conheça seus “inimigos”

Ajude seus desenvolvedores a criar os códigos levando a segurança em consideração. Esse processo exige que as equipes de segurança compartilhem insights, feedbacks e visibilidade sobre as ameaças conhecidas sempre que possível (de preferência, o tempo todo).

6. Treinamento para os devs

Se for possível, promova um treinamento de segurança para os desenvolvedores. Acredite: isso faz muita diferença!

Quais as melhores práticas?

Como falamos, o DevSecOps é uma resposta natural e necessária ao efeito de gargalo de modelos de segurança mais antigos no pipeline moderno de entrega contínua. Nesse sentido, dentro dessa filosofia, encontramos as melhores práticas para uma implementação eficiente e eficaz nas corporações. 

Confira 6 boas práticas para mesclar seus objetivos de segurança com DevOps e implementar o DevSecOps.

  1. Análise de código

Entregue o código em pequenos pedaços para que as vulnerabilidades possam ser identificadas rapidamente. Se você sentiu um cheirinho do Ágil aqui, está absolutamente certo. A agilidade caminha lado a lado com o DevSecOps.

  1. Gerenciamento (flexível) de mudanças

Aumente a velocidade e a eficiência dos processos permitindo que qualquer colaborador promova mudanças. Em seguida, determine se é boa ou ruim (se for boa, você já ganhou um bom tempo aí!). 

  1. Monitoramento de conformidade 

Esteja pronto para uma auditoria a qualquer momento. O que isso significa? Estar em um estado constante de conformidade – inclusive com a LGPD e a GDPR, dependendo da atuação da sua empresa. Importante: para manter essa conformidade, você precisa checá-la constantemente, ok? 

  1. Investigação de ameaças

Identifique ameaças emergentes em potencial a cada atualização de código. E o mais importante: esteja preparado para responder rapidamente. De nada adianta identificar e não conseguir resolver. 

  1. Avaliação de vulnerabilidade

É um fato: sempre surgirão novas vulnerabilidades. Esteja atento para identificá-las rapidamente através da análise de código. Em seguida, verifique a rapidez com que estão sendo respondidas – e corrigidas, é claro!

  1. Treinamento de segurança

Falamos disso no tópico anterior, mas precisamos enfatizá-lo novamente como boa prática: treine seus engenheiros de software e TI com diretrizes para rotinas definidas.

E onde isso tudo vai levar sua corporação? Vamos te contar no próximo item. Confira!

Quais os benefícios do DevSecOps?

Sabemos que não é fácil virar a chave para transformações. Ainda mais em momentos delicados. Isso pode levar tempo e envolver custos. Por isso, não há dúvida: tem que valer a pena!

Nada melhor do que uma lista de benefícios rápidos para te convencer do que essa mudança pode trazer para sua corporação. 

Veja: aqui estamos falando de benefícios a curto prazo. A longo prazo, o DevSecOps pode ajudar ainda mais a potencializar resultados, acelerar entregas e reduzir custos. A tendência é que isso aconteça assim que essa integração com a segurança fizer parte da cultura da organização. 

Agora vamos ao que interessa! Confira nossa lista de benefícios.

  • Maior velocidade e agilidade para equipes de segurança
  • Capacidade de responder às mudanças e necessidades rapidamente
  • Melhor colaboração e comunicação entre os times
  • Mais oportunidades para construções automatizadas e testes de garantia de qualidade
  • Identificação antecipada de vulnerabilidades no código
  • Os membros da equipe são liberados para atuar em trabalhos de alto valor

E aí, preparado para inserir o “sec” em seu DevOps? Se precisar de ajuda para iniciar esse processo na sua corporação, conte conosco. Entre em contato com os nossos especialistas para começar essa virada de chave hoje mesmo! 

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter