Fique por dentro! Assine nossa newsletter

11/10/2020
Por
MJV Team

Apps e web apps: experiências memoráveis unindo TI e Design

Você já sabe que experiências encantadoras geram valor de negócios! Descubra como unir os times de TI e Design pode gerar soluções muito mais alinhadas às necessidades dos seus usuários, stakeholders e mercado.

O novo normal descortinou um fato em ascensão: a falta de colaboração entre silos TI e Design pode custar às empresas uma queda significativa de receita e aniquilar a estabilidade organizacional.

Após a ascensão do digital, o surgimento de novos mercados e outras formatações de comportamentos dos usuários, desenvolver ambidestria corporativa para sobreviver às mudanças é mais necessário do que nunca.

O movimento de unir perspectivas e experiências distintas é uma resposta precisa para superar desafios que não são solucionados por manuais simples ou fórmulas pré concebidas.

Enquanto muito se fala sobre o futuro que ainda está em construção, vale notar que o presente, bem aqui diante dos nossos olhos, evidencia uma oportunidade urgente: 

em um contexto pós pandemia, como podemos pensar em um novo fluxo de trabalho e relações multifuncionais de uma organização?


Neste artigo, você vai entender como a colaboração entre os times de TI e design pode ser o que a sua empresa precisa para prosperar e quais são os resultados ao integrar diferentes squads que trabalham juntos para tangibilizar soluções plenas e fluidas.

Acompanhe abaixo!

A TI e Design são fios condutores da Inovação

Se olharmos para a história, percebemos que a tecnologia é um motor que está sempre presente quando alcançamos a inovação. Antes mesmo do aparecimento de softwares e da própria Ciência de Dados, desde a descoberta do fogo, a humanidade já redesenhava o mundo através de ferramentas tecnológicas.

De lá pra cá, o processo de inovação tradicional foi redefinido por muitas tendências, como plataformas na nuvem, Internet das Coisas, Blockchain, Realidade Aumentada, Inteligência Artificial e muitas outras que impulsionaram empresas que estão surfando na crista da Transformação Digital.

Segundo pesquisa da Gartner, até o final de 2020, 100 milhões de consumidores estarão realizando compras utilizando AR. E não para por aí: a Realidade Aumentada é só um dos recursos que podem contribuir para experiências memoráveis e garantir crescimento sustentável de negócio.

Hoje, vivenciamos a era dos “technoholics”: uma geração que nasceu aculturada em um ambiente completamente digital e que possui uma relação íntima com recursos tecnológicos e aplicações integradas.

Vamos fazer um exercício rápido? 

Pense em inovação.

Apostamos que a abordagem de design é uma das coisas que veio à sua mente. Acertamos? 

Atualmente, os designers são profissionais vitais para projetar soluções alinhadas aos desafios de negócios e apoiar decisões centradas no ser humano.

Por isso, fortalecer o elo entre designers e desenvolvedores é fundamental e pode garantir agilidade, eficiência e enriquecer as soluções da sua organização. É a partir da colaboração que criamos experiências com melhor desempenho e aderência, acredite.

Anota aí: Investir nessas conexões gera múltiplos conhecimentos que podem gerar múltiplos resultados.

Para entender em profundidade como acontece essa integração entre designers e desenvolvedores, confira nosso e-book Software Development.

Software Development:

sem gap entre designers e desenvolvedores

Como sincronizar squads de Design e TI?

A equipe de UX e UI carrega a responsabilidade de solucionar desafios de navegação para apresentar uma experiência mais fluida e funcional.  Em um trabalho integrado com os desenvolvedores, a produção de guias de estilo (os style guides) com os direcionamentos para a TI – em paralelo com as demandas específicas do time – gera bem mais eficiência ao projeto, reduzindo tempo e esforço do time de TI. 

3 passos para sincronizar squads de Design e TI

  1. Comunicação eficiente

    O primeiro passo é entender que ruídos de comunicação e comunicação não eficiente são dores comuns e que podem ser realmente complicadas – especialmente quando se trata das áreas de design e tecnologia. 

Quando lidamos com diversos times em um mesmo projeto, o diálogo é a palavra-chave para aterrissar resultados e alinhar expectativas.

Certifique-se de conectar as pontas soltas através da inteligibilidade das equipes, pois, falando a mesma língua, a fase de planejamento ocorre de forma clara e objetiva, respeitando prazos, orçamentos e particularidades dos envolvidos.

Além disso, entender o propósito e o motivo pelo qual todos devem colaborar nesta missão em comum é decisivo para se comunicar de forma produtiva, integrada e sistêmica.

Pense sobre isso: garantir que o time de tecnologia compreenda a importância do papel dos designers e vice-versa vai trazer resultados como laços de confiança e transformações positivas que impactam além dos silos.

2. Adaptação: entender os ajustáveis

Não tenha medo das mudanças. Aprender a mudar de forma ágil e proveitosa é um dos pontos centrais para empresas em um mundo pós-COVID-19. Porém, isso não significa que encará-las seja uma tarefa exatamente simples.

Durante a fase de desenvolvimento, é necessário realizar testes, ajustes e validações com celeridade. E, para operar de forma assertiva, sugerimos estabelecer responsabilidades claras e organizar, priorizar e valorizar as tarefas que farão parte do escopo do seu produto ou serviço.

Assim, com todas as equipes participando desde o início e conduzindo as situações a partir de uma visão macro, é possível co-criar processos com noção de time. Além, é claro, de ajudar no gerenciamento produtivo das demandas e na otimização do fluxo de entregas.


3. Melhoria contínua: refinar processos é mais do que recomendado

Promova a troca e o compartilhamento de informações entre os times. Quando especialistas de tecnologia e design andam juntos, as equipes não só geram aprendizados valiosos enquanto fazem, mas, principalmente, ao final de cada entrega.

O aculturamento Ágil pode sincronizar direcionamentos e facilitar otimizações entre as equipes a partir de ciclos de feedback. Durante as reuniões de alinhamentos das Metodologias Ágeis (plannings, dailys e sprint reviews) é possível proporcionar visibilidade para o progresso das tarefas e fomentar o compartilhamento de conhecimento.

Errar, construir e gerar valor juntos significa construir projetos baseados em decisões melhores.

Quando os times de tecnologia e design se tornam “sócios” da solução, é possível evitar retrabalhos, realizar a viabilidade das ideias antes da etapa de desenvolvimento e estimular a melhoria contínua de ponta a ponta.

Como as Experiências Memoráveis transformam consumidores em clientes

A era digital marcou mudanças profundas na sociedade, economia e mercado. Nos últimos 8 meses, vivenciamos a empatia como um drive na virada de chave para gerar valor agregado e construir relações além do consumo.

As experiências memoráveis estão diretamente ligadas às ideias e soluções focadas nos interesses das pessoas. Os usuários – sejam eles finais, stakeholders ou clientes internos – compartilham as necessidades de se sentir próximo, confiar nas marcas que solucionam seus anseios e construir um vínculo com as organizações que pertencem.

Pense sobre isso: O produto/serviço que criamos/desenvolvemos é centrado nas necessidades reais do nosso usuário?

  • Se a resposta for sim, sorria, você está à frente da jornada de experiências memoráveis. 🙂
  • Se a resposta for não, há oportunidade para repensar este desafio e atribuir a perspectiva do público junto ao alinhamento do processo.

E, por fim, lembre-se: além de gerar valor econômico, psicológico e funcional, é importante garantir que a solução esteja alinhada com os objetivos da empresa e com princípios éticos e transparentes.


Combinados de ouro: diminua o gap entre seus times de TI e Design 

O retorno sobre o investimento em experiência (ROE) é um diferencial competitivo de alto impacto no mercado de tecnologia e inovação, repercutindo em larga escala na lucratividade das empresas em 2020.

Para embarcar nesta corrida, é importante investir em processos que consolidam a união das equipes de design e tecnologia. Dessa forma, é possível promover soluções funcionais e que façam sentido para as 3 esferas: clientes, designers e desenvolvedores.

Pense sobre isso: errar, evoluir e celebrar juntos é um jeito colaborativo e produtivo de criar experiências memoráveis!

Esperamos que esses insights colaborem com sua jornada para adotar um modo mais inteligente de trabalhar e criar coleções de experiências no seu negócio.

Vamos bater um papo para entender melhor os seus desafios? Fale com nossos especialistas em desenvolvimento de software, design e conheça nossas soluções!

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter