05/16/2019
By
MJV Team

Ágil: como o método de sprint traz eficiência para o seu negócio

Certamente você já ouviu falar nas práticas ágeis e em sprints. Mas sabe como funcionam essas abordagens? Conhece todos os benefícios que podem trazer para sua empresa? Respondemos essas perguntas nesse artigo. Confira!

O termo Agile refere-se ao método que utiliza o sprint. Ele surgiu no mundo do desenvolvimento de softwares e agora é, cada vez mais, implementado em outros processos.

As práticas ágeis transformam os negócios em vários sentidos, proporcionando modelos eficientes de criação de produtos e serviços, gerenciamento de projetos e muito mais.

Neste artigo, você vai entender o que são as práticas ágeis e os sprints, que benefícios essas abordagens oferecem à sua empresa e como podem potencializar resultados.

O que são as práticas ágeis

O Ágil é, antes de tudo, uma filosofia que surgiu a partir do Manifesto ágil. Esse manifesto ocorreu em 2001, quando um grupo de pessoas se reuniu para discutir sobre a abordagem tradicional de gestão para projetos de TI. 

Nessa época, esses profissionais discutiam as falhas que aconteciam com frequência e buscavam mudanças para melhor. Foi aí que criaram o Manifesto Ágil, que, em poucas palavras, descreve quatro valores importantes que são relevantes até hoje.

O manifesto diz basicamente, “nós valorizamos”:

  1. Indivíduos e interações sobre processos e ferramentas;
  2. Softwares que trabalham com documentação mais abrangente;
  3. Colaboração do cliente sobre negociação de contratos;
  4. Respostas rápidas, mudanças ao longo do projeto seguindo um plano.

No desenvolvimento de softwares, as práticas ou metodologias ágeis mais utilizadas são: DSDM (Dynamic Systems Development Method), SCRUM e XP (Extreme Programming).

Quando nos referimos às práticas ágeis de negócios estamos fazendo referência clara a essa filosofia de desenvolvimento, mas também a abordagens que transformam funções dos departamentos corporativos, práticas de gerenciamento de projetos e desenvolvimento de produtos e serviços.

Nos últimos anos, as práticas ágeis se tornaram fundamentais para sobreviver a um ambiente em constante mudança. Elas facilitam a criação de equipes mais inovadoras, multifuncionais e multidisciplinares que geram crescimento e aumento de habilidades. E são empregadas em áreas como TI, RH, Marketing e Vendas, entre outras.

Adotar uma abordagem ágil pode aumentar a auto-organização e o envolvimento dos funcionários entre as equipes de negócios. Ao mesmo tempo, quebra os silos organizacionais que apresentam barreiras à comunicação e à colaboração.

Uma forte característica das práticas ágeis é o chamado Sprint. Resumidamente, é um período de tempo definido durante o qual o trabalho específico deve ser concluído e preparado para revisão.

Como funciona um Sprint

Entrando mais especificamente no uso do Sprint, vejamos agora de que maneira essa abordagem é geralmente empregada.

Cada sprint começa com uma reunião de planejamento. Nela, o proprietário do produto (a pessoa que solicita o trabalho) e a equipe do projeto concordam sobre o que será realizado durante o sprint.

A equipe tem a palavra final quando se trata de determinar quanto trabalho pode ser realisticamente realizado durante o sprint. Já o dono do produto tem a palavra final sobre quais critérios precisam ser atendidos para que o trabalho seja aprovado e aceito.

A duração de um sprint é determinada pelo facilitador da equipe. Quando a equipe chegar a um consenso sobre quantos dias um sprint deve durar, todos os outros devem ter a mesma duração — até uma semana, idealmente; menos de um mês, definitivamente.

Após o início de um sprint, o proprietário do produto deve recuar e deixar a equipe fazer seu trabalho. O time realiza reuniões diárias de stand up para discutir o progresso e debater soluções para os desafios.

O proprietário do projeto pode participar dessas reuniões como observador, mas não deve interferir, a menos que seja para responder perguntas. Ele não pode fazer solicitações de alterações durante um sprint e somente o facilitador ou gerente de projeto tem o poder de interromper o sprint.

No final do sprint, a equipe apresenta o trabalho concluído ao proprietário do projeto. Ele usará os critérios estabelecidos na reunião de planejamento do sprint para aceitar ou rejeitar o que foi entregue.

Quais os benefícios da abordagem do Sprint para seu negócio

Como você viu, seja qual for a prática ágil empregada em um projeto, o trabalho é particionado em sprints com uma periodicidade bem definida. Também há papéis claros definidos e a interação da equipe segue regras rígidas, ao mesmo tempo em que é incentivada.

Aqui estão os principais benefícios práticos que é possível obter com a abordagem do Sprint em seu negócio:

Redução de custos

Pequenas equipes trabalhando com prazos apertados minimizam o custo do investimento. Eles simplificam a tomada de decisões e têm maior probabilidade de gerar impacto real em comparação a grandes equipes de projeto que geram muitas apresentações de processos, governança e PowerPoint.

Rápido crescimento

Organizar sprints e pequenas equipes em torno das oportunidades de crescimento à medida que se apresentam permite que as empresas procurem rapidamente novas oportunidades.

Maior moral da equipe

A remoção da hierarquia tradicional e o empoderamento das pessoas cria um sentimento de que elas podem afetar a mudança em sua empresa, apesar do tamanho dela.

Alta produtividade

A resposta contínua aos desafios de negócios simplifica a tomada de decisões e concentra a equipe em um resultado, não em um processo.

Altos níveis de energia

Conforme a moral da equipe melhora, a adrenalina entra em ação e todos se concentram em fazer o trabalho dentro do prazo.

Menos risco

Ao criar uma cultura e um ambiente que permitem que as equipes experimentem antes — e à medida que o projeto escala —, assegura-se que a tomada de decisões seja informada em todos os estágios por dados reais do cliente (interno ou externo); não por hipóteses.

Vantagem competitiva

À medida que os ambientes de negócios se tornam mais rápidos e mais incertos, a capacidade de mobilizar equipes talentosas para iniciar e entregar projetos rapidamente é fundamental. Isso ajuda as organizações a se tornarem mais resilientes e mais inovadoras.

Melhores resultados da diversidade

As equipes de sprint mais bem-sucedidas abraçam a diversidade. Diversidade de cultura, experiência e expertise. Isso ajuda a resolver desafios modernos e complexos.

Mudança cultural da semente por meio da entrega

Os times do sprint têm o poder de definir suas próprias práticas de trabalho e tomar suas próprias decisões, eliminando camadas de burocracia e relatórios desnecessários que podem atrasar o progresso.

Mais agilidade

Ser capaz de avançar rapidamente para os desafios do nosso mundo em rápida mudança é vital. Sprints trazem pessoas talentosas e diversificadas para resolver problemas. Uma vez que o desafio tenha sido alcançado, eles se dispersam ou iniciam o próximo.

→ Confira este case de sucesso: Adoção de Métodos Ágeis aumenta a conversão de ações de Marketing em 115%!

Conclusão

Como você deve ter percebido, as práticas ágeis antecipam a necessidade de flexibilidade e aplicam um nível superior de pragmatismo para a entrega dos resultados planejados em um projeto.

A abordagem do Sprint, que é a linhas mestra da filosofia do Ágil, torna a produtividade e a eficiência dos projetos muito melhor. Além disso, gera engajamento nas equipes e garante finalizações mais rápidas e certeiras.

O que podemos acrescentar é que nenhuma empresa que pretenda ser inovadora pode ignorar os métodos ágeis. E nenhum gerente de projeto deveria ignorar o uso de sprints com seus times.

E você, está preparado para adotar o método de sprints em seu negócio? O que achou da reflexão que trouxemos neste artigo?

Baixe agora mesmo o e-book Design Thinking e Ágil no contexto da Transformação Digital!

Voltar