Fique por dentro! Assine nossa newsletter

10/26/2020
Por
MJV Team

Mercado Financeiro: como escalar negócios a partir do UX

No mercado financeiro, ganha quem chegar primeiro ao coração do cliente. Para isso, nada melhor do que estratégias de UX. Elas vão conduzir seus produtos e serviços para proporcionar experiências incríveis, memoráveis, simples e objetivas. Confira nossas 7 soluções para entrar nesse jogo hoje mesmo!

Quando falamos em mercado financeiro, é senso comum que a imagem que vem à cabeça são empresas grandes, multinacionais e que, em sua maioria, já estão no mercado há muitos anos e possuem credibilidade e tradição em seu DNA. 

Para essas corporações, estar na dianteira do mercado é fundamental. Somente dessa forma torna-se possível estar no ranking da competição pelo primeiro lugar, ocupando a vanguarda do mercado.

É bem verdade que, nesse setor, ganha o banco que chegar primeiro. Isso faz toda diferença para os clientes – e para o ROI da empresa, é claro! E é por isso que são eles que ocupam o centro de toda a estratégia. 

O cliente é o ativo de maior valor, o centro de todas as iniciativas. 

E, hoje, para falar em cliente é preciso, necessariamente, falar em UX. São as estratégias de UX que vão conduzir os produtos e serviços para alcançar o tão sonhado gol: proporcionar experiências incríveis, memoráveis, simples e objetivas. 

E acredite: são elas que vão fazer com que o cliente entregue seu coração para sua marca – e seu dinheiro também!

Nesse artigo vamos falar sobre como o UX pode ajudar corporações do mercado financeiro a escalar seus negócios, conquistar uma legião de fãs apaixonados e, como uma oportuna consequência, incrementar suas receitas. Acompanhe! 

O futuro já é outro

Por quê? Porque o presente agora é 100% digital e remoto — inclusive e principalmente para os bancos e seguradoras. 


Tudo que você achava que ainda estava no futuro — um mundo remoto, 100% digital, mais consciente e colaborativo — não está mais lá, está aqui. O futuro chegou. 

Como você deve ter percebido, a Era das mudanças já está acontecendo! Vivemos uma série de transformações — comportamentais e tecnológicas. Preparar-se para elas é o novo normal. Não há rota de fuga. 

O momento atual só acelerou esse processo. E hoje não há como voltar atrás. Muitas especulações estão sendo feitas sobre o porvir. Mas uma coisa é certa: ele não será parecido com o que era

A Era da Obsessão… pelo consumidor

A pergunta que fica é: como reter meus clientes e conquistar novos clientes se eu nem sei mais do que ele precisa? Sim, é verdade. O consumidor mudou junto com as suas necessidades, percepções, experiências.

A forma que consumimos mudou dentro do contexto da pandemia e do isolamento social. Logo, nesse movimento, caminhamos para uma nova era.

Como você já deve saber, isso está diretamente ligado ao modelo GAFA, sigla composta pelas gigantes Google, Amazon, Facebook e Apple – 4 grandes marcas que se preocupam em facilitar (ou seria mimar?) seus consumidores o máximo que podem.  

Sobre isso, Jeff Bezos, CEO da Amazon, afirma:

“Os clientes estão sempre maravilhosamente insatisfeitos, mesmo quando relatam estar felizes e os negócios vão muito bem. Mesmo quando ainda não sabem, os clientes desejam algo melhor, e seu desejo de encantar os clientes o levará à invenção em nome deles.”

Essa frase demonstra como a obsessão da Amazon pelo consumidor se traduz em um diferencial da empresa. Direcionar toda sua estratégia, energia e dinheiro para o consumidor significa conseguir inventar soluções que os diferenciam no mercado.

Foi pensando nisso que fizemos um webinar sobre estratégias de UX. Muita coisa mudou, principalmente no contexto da quarentena. O cliente mudou, os hábitos mudaram… e as estratégias precisam mudar também. Confira o que nosso Gerente de UX falou sobre isso!

Ebook – O guia completo para reter clientes com User Experience

Aprenda as melhores práticas de User Experience e descubra como reter clientes! Baixe agora o nosso ebook!

Jogo rápido do UX: 7 soluções para começar hoje! 

Para mergulhar de cabeça nas novas necessidades do seu cliente, separamos 7  soluções rápidas de UX que você pode começar a utilizar hoje mesmo no contexto da sua corporação. 

Esperamos que, ao final, as incertezas façam mais sentido por aí. E você esteja pronto para construir futuros mais promissores para o seu negócio. 

  1. Tem que ser útil

Além de simples, rápido e fácil de entender, seu produto ou serviço precisa ser relevante, precisa fazer diferença na vida do seu usuário. De nada adianta ser pensado para o usuário, mas não ajudá-lo em nada, certo?

Para isso, entenda:

1. Como ele se encaixa na vida e na rotina do seu cliente 

2. Como facilitar a experiência que ele vai ter ao utilizar seu produto ou serviço

3. Como proporcionar uma experiência diferenciada, que realmente seja útil e deixe o usuário feliz antes, durante e depois da utilização  

2. Entenda seu cliente

Nesse novo cenário de consumo, bombardear o consumidor com serviços e produtos que não fazem sentido para ele é um contrassenso. 

  1. A palavra de ordem é segmentação
  2. Entenda quais produtos e serviços atendem verdadeiramente suas necessidades, objetivos e interesses
  3. Alinhe sua oferta: ao personalizar, você torna sua oferta muito mais relevante. E uma oferta alinhada ganha a lealdade do cliente. 

3. Mindset user-driven


O objetivo do UX é criar uma experiência focada no usuário, adaptando processos, produtos e serviços às suas necessidades e demandas, criando uma jornada personalizada do cliente. 

Há um tempo, os consumidores exigem mais das marcas em troca do seu coração (e do seu dinheiro, claro!). Produtos e serviços sozinhos não são suficientes para desenvolver um negócio lucrativo e sustentável durante muito tempo.

Em um mundo cada vez mais user-driven, o UX precisa estar presente desde a concepção de todos os serviços e produtos. Não existe outro caminho.

  1. UX como força motriz

A era da experiência do usuário ganha mais relevância ainda em tempos de transição. O consumidor segue mais consciente do que nunca. 

É tempo de construir uma estratégia bem mais humanizada, estruturada em transparência e verdade. E, o mais importante, que solucione os problemas do cliente – objetivo maior do UX (user experience). 

Anota aí: é importante checar sempre se a sua abordagem com o cliente está realmente funcionando. Se não estiver, é hora de repensar. Sim, focando no UX! 

Uma estratégia UX é fundamental para que uma empresa performe bem no mercado e se mantenha competitiva. 

  1. Autoatendimento is the new black!

Esteja adaptado à onda do autoatendimento para escalar seu negócio. Bots são as principais ferramentas para isso. Apenas alguns exemplos do que eles podem fazer: 

  1. Avaliar a concessão de empréstimos
  2. Atender segurados e correntistas em situações complexas (como um sinistro ou durante sua jornada de consumo)
  3. Escoar sua central de atendimento, diminuindo custos e aumentando a satisfação do cliente
  • Spoiler: em breve vamos testemunhar os primeiros bots que conseguirão responder às emoções humanas de maneira efetiva e convincente. Sim, a Inteligência Artificial vai se encarregar disso. 

6. Associe finanças, bem-estar e felicidade

O motivo é muito simples: o relacionamento dos clientes com os bancos passou por uma ruptura drástica. Instituições pautadas em relações meramente transacionais provavelmente não vão sobreviver por muito tempo. 

  • Soluções 100% digitais e user-centric são a prova de que mergulhar no universo tecnológico e inovador é parte crucial da estratégia para ganhar mercado e clientes. 
  • Não é só de digital que vivem seus clientes. O futuro do setor caminha para um foco maior nas necessidades psicológicas e emocionais dos consumidores. 

7. Repense seu papel

As instituições financeiras precisam repensar seu papel na vida dos usuários e ser proativas na valorização dessa relação. 

Construa uma estratégia mais humanizada, estruturada em transparência e verdade. O propósito precisa pulsar em todos os setores, serviços e produtos da empresa. 

O primeiro passo para isso? Replanejar e recalibrar a balança da Gestão de Riscos

Priorize soluções de UX antes que seja tarde demais 

Em um mercado de rápidas mudanças, concorrência cada vez mais inovadora e consumidores mais conscientes e exigentes, errar pode custar muito caro. 

Agilidade, processos eficientes e soluções alinhadas aos desejos dos seus usuários e stakeholders  passam a ser regras básicas para não perder competitividade e sobreviver nessa nova era. 

Já falamos aqui, mas vamos repetir essa frase. Ela é crucial para o novo normal e é a base do UX: 

O cliente é seu ativo de maior valor. Portanto, preocupe-se (de verdade) com ele! 

Acredite: isso pode – e vai! – incrementar sua receita em muitos milhões. 

Quer saber mais sobre soluções de UX que você pode começar a fazer hoje mesmo na sua empresa? Entre em contato e converse com os nossos especialistas. Eles vão adorar te contar sobre o que a MJV está fazendo nesse sentido! 

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter