06/10/2019
By
MJV Team

RH 4.0: como a tecnologia está transformando a gestão de pessoas

Tecnologias inovadoras como Internet das Coisas, Big Data e Inteligência Artificial estão ajudando a automatizar a maioria dos processos de RH. Vemos o resultado nas equipes mais eficientes e enxutas. São essas aplicações tecnológicas de última geração que estão transformando o RH tradicional em RH 4.0.

Você já ouviu falar em RH 4.0? Esse conceito ganha cada vez mais força nas organizações dos mais variados mercados em todo o mundo.

Continue lendo para entender tudo sobre RH 4.0!

O que é o RH 4.0

O conceito de RH 4.0 está muito ligado à chamada Indústria 4.0 – a quarta grande revolução industrial.

Se a Indústria 4.0 representa uma grande transformação na forma como as empresas abordam a fabricação de produtos, também é verdade que esse movimento automatiza os requisitos de recursos humanos. Da mesma forma, a troca de dados entre sistemas diferentes aumenta a eficiência e os processos de tomada de decisão relacionados à gestão de pessoas.

Embora o mundo venha a ver mudanças ainda maiores nos próximos anos, muito da tecnologia necessária já está em vigor para substituir grande parte das atividades atuais relacionadas ao departamento de RH.

Logo, já podemos afirmar que o RH 4.0 é uma revolução na área de Recursos Humanos. Nela, o RH se torna mais automatizado, focando suas atividades em questões estratégicas e não mais em ações manuais, burocráticas e repetitivas.

Esse movimento é visto tanto na criação de ferramentas pela indústria de TI quanto nas novas exigências do governo no que diz respeito às relações trabalhistas. O surgimento de obrigações como o eSocial, por exemplo, tem feito com que os departamentos de RH insiram a tecnologia em rotinas que até pouco tempo eram realizadas com documentos em papéis — lembra?

Não param de surgir soluções focadas na área de RH. São:

  • softwares para recrutamento
  • plataformas para desenvolvimento de testes para os colaboradores
  • aplicações de pesquisa de satisfação (E-NPS)
  • ferramentas de comunicação interna
  • sistemas de administração em geral

E essas ferramentas são ancoradas por tecnologias inovadoras como Computação em Nuvem, Big Data, Internet das Coisas e até Inteligência Artificial.

As vantagens de turbinar o RH na sua empresa

São muitos os benefícios do RH 4.0 para os departamentos de Recursos Humanos e para os negócios em si.

Entre esses impactos positivos, destacam-se:

  1. redução de custos com mão de obra e com materiais (papel, computadores etc.)
  2. facilidade para a tomada de decisão dos gestores e analistas
  3. ampliação do poder estratégico na gestão de pessoas
  4. maior probabilidade de atrair e reter os melhores talentos do mercado
  5. facilidades para o RH contribuir para o aumento da produtividade
  6. otimização de processos
  7. redução de erros e trabalhos manuais
  8. possibilidades de inovação na área etc

Uma vantagem que merece destaque e detalhamento está ligada ao trabalho colaborativo do RH.

Em um passado não tão remoto, todas as tarefas de RH dentro de uma organização eram realizadas por equipes internas ou por terceiros 100% dedicados a esse fim. Agora, a RH 4.0 está disponibilizando tecnologias que incluem praticamente todas os departamentos das empresas em processos como recrutamento e seleção, gestão de desempenho, administração de benefícios etc.  

No RH 4.0, as lideranças de todas as esferas da hierarquia participam do cotidiano da gestão de pessoas. Elas têm ferramentas e métodos que as ajudam a colaborar com o RH, inserindo boas práticas e rotinas inteligentes na cultura organizacional. E isso é bastante positivo, pois faz com que o lema de ter as pessoas como prioridade deixe de ser apenas um discurso e seja, inclusive, mais facilmente percebido pelos funcionários.

RH 4.0: como fazer esse upgrade  

Confira, a seguir, quais são os primeiros passos para que o RH 4.0 seja implementado na sua empresa.

Coloque a gestão de pessoas na transformação digital

Se marketing, vendas e manufatura já estão em plena transformação digital, também é importante que o RH entre nesse novo modelo de negócios.

Comece por levantar os processos que ainda são feitos manualmente; e por refletir sobre como seria possível ganhar tempo, reduzir custos e otimizar resultados com a estruturação de ferramentas e métodos tecnológicos.

Adote ferramentas digitais para a operação de RH

Com a computação em nuvem democratizando a tecnologia, já não é mais preciso investir tanto dinheiro em infraestrutura de TI. Praticamente tudo o que um RH precisa em termos de tecnologias (softwares, servidores etc.) pode ser adquirido e utilizado virtualmente.

A tecnologia digital reduz os investimentos, dá mais mobilidade aos profissionais da área, é fácil de implementar e manter, entre outras vantagens.

Crie o mindset 4.0 no RH

Também é fundamental ajudar os profissionais de RH a entrar nesse novo mundo. É preciso criar a mentalidade do RH 4.0. Sem isso, eles serão reticentes com as inovações, terão dificuldades de adaptação e podem até não entender as iniciativas.

Comece por mostrar a eles as novas tendências da área; se necessário, incentive a realização de cursos de atualização, promova a participação em palestras e eventos etc. Ao entenderem qual é a nova inclinação da empresa, os próprios profissionais da área vão trazer dicas para que o RH 4.0 realmente seja implementado.

Busque ajuda especializada

Por fim, é importante saber que o RH 4.0 requer uma série de conhecimentos — de técnicas, métodos, práticas, ferramentas etc. Se você sentir que não há suficiente background na sua empresa, busque uma consultoria especializada em tecnologia e inovação para te ajudar a arquitetar essa transição.

Que tal, sua empresa está preparada para o RH 4.0? Faça contato conosco e veja como podemos ajudá-lo. Para aprofundar-se ainda mais nessa temática, baixe agora o e-book RH Ágil — Como implementar!

As diferenças entre o RH tradicional e o RH 4.0

Na prática, significa que, diferentemente do RH tradicional — onde as principais funções dos profissionais eram realizar o pagamento de encargos e salários, controle de horários e atividades basicamente manuais e burocráticas —, o RH 4.0 é focado em frentes como a atração de talentos qualificados, melhoria do clima organizacional e em outras abordagens que contribuem diretamente para os resultados estratégicos da empresa.

O RH 4.0 é essencialmente permeado pela tecnologia e está em consonância com os novos cenários do mercado de trabalho — com especial influência da Geração Millennial, que agora também chega aos postos de liderança das organizações, e das demais que a sucederam.

No RH 4.0 há o entendimento de que os profissionais possuem outras necessidades, e muitos deles recebem ofertas de trabalho de outros negócios com uma frequência muito maior do que acontecia há 10 anos. Logo, é preciso trabalhar pela melhor experiência, tornando o ambiente de trabalho mais atrativo, menos maçante — para gerações que nasceram imersas na tecnologia é extremamente importante que ela esteja presente em seu dia a dia laboral.

Com o departamento pessoal tradicional inclinando-se para a gestão estratégica de pessoas, as empresas já perceberam que seu principal ativo são as pessoas. Também entenderam que a tecnologia desenvolvida por elas — ou adquirida de terceiros com bastante facilidade e a preços módicos —, permite automatizar atividades burocráticas.

Outro ponto de inflexão, que diferencia o RH tradicional do RH 4.0, é a chamada transformação digital. As empresas agora estão mais inclinadas a adotar ferramentas, métodos e serviços online, e essa tendência já chega aos departamentos de RH.

Soluções e recursos virtuais inovadores auxiliam nas atividades da operação de gestão de pessoas, automatizando processos manuais e otimizando tarefas estratégicas. Da busca de talentos à gestão de desempenho, entre outros, os processos burocráticos são realizados com o mínimo de intervenção humana, o que dá aos profissionais ambientados com o RH 4.0 mais tempo para uma atuação mais analítica, menos operacional.

Voltar