06/13/2019
By
MJV Team

Machine to Machine (M2M): o que é e como funciona?

Machine to Machine (M2M) é um conceito amplo que pode ser usado para descrever qualquer tecnologia que permita que dispositivos em rede troquem informações e executem ações sem a assistência manual de humanos.

A tecnologia M2M foi adotada pela primeira vez em ambientes industriais e, mais tarde, encontrou aplicações em saúde, negócios, seguros e muito mais. Ela também é a base da Internet das Coisas.

Neste artigo, vamos mostrar o que é Machine to Machine, como esse fenômeno está transformando negócios e de que maneira você pode aproveitá-lo em sua empresa.

Confira!

Machine to Machine: definindo a comunicação M2M

O que é M2M?

As raízes do M2M são plantadas firmemente na indústria de manufatura, onde as tecnologias e os serviços baseados nesse conceito ajudam a gerenciar remotamente e controlar os dados dos equipamentos.

Embora as origens da sigla não estejam bem claras, o primeiro uso da comunicação máquina a máquina é frequentemente creditado a Theodore Paraskevakos. Ele inventou e patenteou a tecnologia relacionada à transmissão de dados por meio de linhas telefônicas – a base para o identificador de chamadas moderno.

Como funciona a tecnologia?

O principal objetivo da tecnologia M2M é acessar dados de sensores e transmiti-los a uma rede. Os sistemas M2M geralmente usam redes e métodos de acesso públicos — por exemplo, celular ou Ethernet — por uma questão de economia.

Os principais componentes de um sistema M2M incluem:

  • sensores
  • RFID
  • link de comunicação celular ou Wi-Fi
  • software de computação autônoma programado para ajudar um dispositivo de rede a interpretar dados e tomar decisões

Esses aplicativos M2M traduzem os dados, que podem acionar ações automatizadas pré-programadas.

Telemetria e M2M

Um dos tipos mais conhecidos de comunicação máquina a máquina é a telemetria. Ela é usada desde o início do século passado para transmissão de dados operacionais.

Os pioneiros da telemetria usaram linhas telefônicas e, posteriormente, ondas de rádio para transmitir medições de desempenho obtidas dos instrumentos de monitoramento em locais remotos.

A internet e os padrões aprimorados para a tecnologia sem fio expandiram o papel da telemetria. Da ciência, engenharia e fabricação, ela foi para o uso diário em produtos como unidades de aquecimento, medidores elétricos e dispositivos conectados à internet.

Além de poder monitorar remotamente equipamentos e sistemas, os principais benefícios do M2M incluem:

  • reduzir custos minimizando a manutenção do equipamento e o tempo de inatividade
  • impulsionar as receitas, revelando novas oportunidades de negócios
  • melhor atendimento ao cliente, monitorando e consertando proativamente os equipamentos antes que eles falhem e/ou somente quando necessário.

M2M versus Internet das Coisas

Uma das maneiras de entender o conceito de Machine to Machine (M2M) é compreendendo no que ele se diferencia da Internet das Coisas (IoT).

M2M IoT
Frequentemente isolados, equipamentos em redes independentes Sistemas distintos em um grande ecossistema conectado
Comunicações ponto-a-ponto entre máquinas, sensores e hardware em redes com ou sem fio Dependem de redes baseadas em IP para enviar dados coletados de dispositivos conectados para gateways, plataformas de nuvem ou middleware
Dados coletados são usados ​​por aplicativos de gerenciamento de serviços Dados geralmente integrados a sistemas corporativos para melhorar o desempenho dos negócios em vários grupos
Afeta a maneira como as empresas operam Afeta a maneira como as empresas operam e os usuários finais

Algumas aplicações do Machine to Machine

Confira, a seguir, alguns exemplos de aplicação do Machine to Machine nos mais variados tipos de negócios.

Monitoramento remoto

A comunicação máquina a máquina é frequentemente usada para monitoramento remoto.

Por exemplo: no reabastecimento de produtos, uma máquina de venda automática pode enviar uma mensagem à rede ou máquina do distribuidor quando um determinado item está com pouca carga para enviar uma recarga.

Gestão de armazéns e cadeia de suprimentos

Um facilitador de rastreamento e monitoramento de ativos, o M2M é vital no gerenciamento de armazéns e no gerenciamento da cadeia de suprimentos.

Faturamento

As empresas de utilities geralmente confiam em dispositivos e aplicações M2M para não apenas coletar energia, como petróleo e gás, mas também para faturar clientes — através do uso de medidores inteligentes — e para detectar fatores no local de trabalho, como pressão, temperatura e status do equipamento.

Telemedicina

Os dispositivos M2M podem permitir o monitoramento em tempo real das estatísticas vitais dos pacientes, dispensar remédios quando necessário ou rastrear os ativos de assistência médica.

O M2M também é um aspecto importante do controle remoto, robótica, controle de tráfego, segurança, logística e gerenciamento de frota e automotivo.

Segurança patrimonial

A comunicação M2M também é importante no rastreamento e na regulamentação do estoque em todos os tipos de negócios. Como todos os dados referentes ao número de itens em estoque são armazenados dentro de sistemas de computadores, há escopo reduzido para roubo e outras práticas ilícitas.

Como inserir o Machine to Machine em sua empresa

Veja agora três passos básicos para inserir o conceito de Machine to Machine em seu negócio.

1. Levante as possibilidades de comunicação M2M em seu negócio

Verifique as oportunidades de comunicação máquina a máquina na empresa.

Nem sempre isso está muito visível, o que pode exigir um certo conhecimento técnico. No entanto, um mergulho nos processos (de produção, de comunicação etc.) ajuda bastante. O segredo é olhar para sequências de atividades e equipamentos que continuam pouco integrados apesar do aparato tecnológico existente.

2. Crie um projeto M2M

Monte o escopo de um projeto de M2M.

Esse projeto vai se aperfeiçoando à medida que os membros vão se aprofundando no tema e descobrindo ferramentas, serviços e recursos que podem ser aproveitados.

3. Busque ajuda especializada

Uma boa consultoria em inovação e tecnologia pode ajudar muito.

Como os meandros técnicos da tecnologia e dos métodos de Machine to Machine são amplos e permitem uma série de combinações e possibilidades, a melhor escolha é buscar ajuda especializada.

As empresas que atuam com esse conceito têm pessoal qualificado, ferramentas e experiência no assunto. E podem ajudar a melhorar o projeto e indicar o que pode ser feito.

Você entendeu o que é Machine to Machine (M2M) e os benefícios que sua empresa pode obter? Aprofunde-se ainda mais na era dos dados: baixe agora o e-book sobre Business Analytics!

Voltar