By
MJV Team

Quais as vantagens da Metodologia Lean para o seu negócio?

A Metodologia Lean promove o fluxo de valor para o cliente por meio de dois pilares orientadores: melhoria contínua e respeito pelas pessoas. Há também alguns princípios ou etapas para sua implementação.

Ela é tanto uma filosofia quanto uma disciplina que, em essência, aumenta o acesso à informação para garantir a tomada responsável de decisões a serviço da criação de valor.

Neste artigo, além de entender esse conceito em profundidade, você vai ver como é importante inseri-lo em seu negócio. Acompanhe!

O que é e como funciona a Metodologia Lean?

A Metodologia Lean teve origem no Toyota Production System, sistema da indústria japonesa de veículos que revolucionou a fabricação de bens físicos a partir dos anos 1950.

Ela mantém seu domínio na manufatura, mas também encontrou novas aplicações no trabalho do conhecimento, ajudando empresas em todos os setores a eliminar o desperdício, melhorar processos e impulsionar a inovação.

Conforme já adiantamos, existem dois pilares que orientam toda a prática da metodologia Lean:

  1. Melhoria contínua;
  2. Valorização das pessoas.

Entenda, a seguir:

Melhoria Contínua

Quando algumas pessoas pensam na Metodologia Lean, elas pensam na eliminação de desperdício. Embora seja verdade que as organizações que usam esse método pretendem eliminar o desperdício, o objetivo maior é a criação de valor.

Como acontece a criação de valor? Na Metodologia Lean, as organizações primam pelo aprendizado. Elas se propõem a aprender o que seus clientes querem e precisam – e como eliminar o que eles não querem. Trabalham para melhorar continuamente para que o fluxo de valor, de ponta a ponta, esteja continuamente otimizado.

Como se aprende o que é valioso? Com o Lean, as entregas são feitas mais rapidamente. Assim, entregas rápidas, com base no que se sabe sobre o cliente, gera também feedbacks instantâneos. Se o que é entregue é um fracasso ou um sucesso (ou algo entre esses dois extremos), há obtenção de informações valiosas sobre como melhorar.

Logo, é possível alcançar a agilidade nos negócios, o que gera valor e ajuda a eliminar desperdícios (financeiros, de tempo, de insumos, de força produtiva etc).

O ciclo de melhoria contínua conseguido pelas organizações que aplicam a Metodologia Lean as ajuda a se diferenciarem dos concorrentes. Elas se tornam mais ágeis, humildes e metódicas. Encorajam seus funcionários a promover uma mentalidade de aprendizado e, mais especificamente, uma mentalidade de teste.

Com o princípio de melhoria contínua obtido com o método Lean, as ideias são testadas quantas vezes forem necessárias antes de se gastar dinheiro com elas. E isso é tanto um caminho em direção à inovação quanto uma forma de gerenciamento de risco.

Valorização da equipe

Grande parte das vezes, as melhores ideias vêm das pessoas que estão com as mãos na massa — no produto, serviço ou processo em execução/criação.

Diferentemente da maioria das organizações, onde as decisões são tomadas na alta hierarquia e escorridas para a linha de frente, a Metodologia Lean encoraja que todos — especialmente os mais próximos à produção/criação e ao cliente — tenham poder de fala, para garantir que a voz do cliente e dos que realizam o trabalho seja ouvida.

O “pensamento Lean” diz que pessoas boas querem fazer o seu melhor trabalho e estão motivadas a tomar decisões que otimizam seu tempo e talento para criar o maior valor para o cliente. Isso permite que a organização capture as melhores ideias e as concretize.

Ao usar a Metodologia Lean, a organização capacita os funcionários com a autonomia para tomar decisões, a oportunidade de dominar seu ofício e o propósito (o “porquê” por trás do trabalho) para entender o valor de seus esforços. O papel do líder é definir o objetivo em questão e, depois, permitir que seus funcionários talentosos descubram o curso de ação mais adequado para esse objetivo.

Os líderes são encarregados da tarefa de tirar o melhor proveito de seus liderados e remover quaisquer obstáculos que possam impedir que sua equipe entregue valor ao cliente.

Podemos afirmar que a “liderança Lean” é melhor definida por aquilo que não é do que pelo que é: não é comando e controle, não é microgerenciamento, não é movida pelo ego ou pelo poder da posição.

mjv_blogpost_metodologia_lean_etapas_implementacao-1

Quais são as etapas para a implementação da Metodologia Lean?

Alguns autores, como James Womack, autor do best seller Lean Thinking, apontam cinco etapas para orientar a implementação da Metodologia Lean. São elas:

  1. Especifique o valor do ponto de vista do cliente final por família de produtos/serviços;
  2. Identifique todas as etapas no fluxo de valor para cada família de produtos, eliminando sempre que possível as etapas que não criam valor;
  3. Faça com que as etapas de criação de valor ocorram em sequência apertada para que o produto flua suavemente em direção ao cliente;
  4. Conforme o fluxo é introduzido, permita que os clientes obtenham valor da próxima atividade;
  5. Como o valor é especificado, fluxos de valor são identificados, etapas desperdiçadas são removidas e fluxo e extração são introduzidos, inicie o processo novamente e continue até que um estado de perfeição seja alcançado, no qual o valor perfeito é criado sem desperdício.

mjv_blogpost_metodologia_lean_prototipar

Prototipar e errar rapidamente: qual a importância dos testes na Metodologia Lean e nos negócios modernos?

Como vimos, antes de fazer investimentos, a Metodologia Lean orienta para a realização de testes, tanto para verificar o valor gerado e percebido pelo cliente quanto para não incorrer em desperdícios.

É aí que entra o conceito de prototipagem que, em poucas palavras, refere-se a um estágio inicial de uma versão do produto/serviço na qual a evolução do desenvolvimento e as correções podem ocorrer antes do processo de finalização.

Nas empresas desenvolvedoras de software, a prototipação é geralmente chamada de “fase beta” ou “teste beta”, em que um projeto inicial é avaliado por uma classe menor de usuários antes do desenvolvimento completo.

Ao criar um aplicativo, por exemplo, o time de desenvolvimento obtém as seguintes vantagens da prototipação:

  • viabiliza a experimentação de funcionalidades, interações e características;
  • identifica e contorna erros mais cedo, poupando dinheiro e tempo;
  • consegue uma comunicação efetiva de conceitos aos stakeholders, usuários ou clientes;
  • melhora a colaboração entre os membros;
  • obtém feedbacks dos usuários.

Logo, prototipar é fazer versões “rudimentares” para apresentar rapidamente, obter feedback, testar resultados e fazer os ajustes necessários. A prototipagem é uma técnica bastante usada nas organizações que aplicam a Metodologia Lean, pois com ela é possível testar soluções de maneira barata e aprender com os erros — o que une melhoria contínua com valorização dos esforços da equipe e da opinião do cliente.

Conclusão

Como você viu, a Metodologia Lean é uma forma de otimizar as pessoas, os recursos, o esforço e a energia da sua organização para criar valor para o cliente. Baseia-se em dois princípios orientadores: melhoria contínua e respeito pelas pessoas.

Equipes em todo o mundo, desde vendas até desenvolvimento de software, estão usando a Metodologia Lean para fornecer de forma sustentável mais valor aos seus clientes, enquanto constroem organizações mais saudáveis e resilientes.

Por fim, deixamos duas dicas bastante úteis:

  1. o Fly or Die, serviço da MJV Technology & Innovation que valida uma ideia de serviço ou modelo de negócios em um curto período de tempo por meio de prototipagem;
  2. Idea2Reality, nosso serviço de prototipagem, principalmente tecnológica, em nossos laboratórios de tecnologia.

Que tal, você entender o que é e como funciona a Metodologia Lean? Faça contato conosco e veja como podemos ajudá-lo!

ACESSAR AGORA

Voltar