Fique por dentro! Assine nossa newsletter

10/08/2020
Por
MJV Team

Indústria 4.0: como ganhar mais eficiência nessa transformação

A Indústria 4.0 já era tendência no mundo pré-covid. Hoje, virou uma necessidade. Mais do que resultado das tecnologias emergentes, essa revolução começa pelo mindset. Sua empresa está preparada para ganhar mais eficiência nesse deep dive? Confira esse artigo e descubra!

Vivemos um momento atípico em todos os âmbitos das nossas vidas. Muitas mudanças, muitas transformações, muitos paradigmas quebrados… 

Mas, acredite, o mundo já caminhava de encontro com toda essa revolução. A pandemia foi “apenas” um catalisador. 

Estamos caminhando para a “4ª Revolução Industrial”. Já estávamos nesse caminho antes da Covid-19 aterrissar em nossas vidas. 

Porém, o que era uma tendência virou uma necessidade – capaz de garantir a sobrevivência de muitas companhias. 

A Indústria 4.0 é muito mais do que apenas uma dimensão técnica. É uma nova realidade: vem modificando interações humanas, alterando nossa visão de mundo. 

Aliada às tecnologias emergentes, como Inteligência Artificial e Internet das Coisas, introduz o conceito de “sistemas ciber-físicos” para diferenciar essa nova fase evolutiva da automação eletrônica anterior”.

Nesse blog post, vamos falar sobre esse conceito e sobre a urgência de desenvolver um novo mindset nas corporações. 

Anote aí: as empresas que conseguirem virar a chave vão sentir menos os impactos negativos de todas as transformações que estamos vivenciando e vão se adaptar rapidamente à nova realidade, gerando forças competitivas bastante salientes. 

Indústria 4.0: o novo item fundamental na sua agenda

Vamos começar colocando todo mundo na mesma página. 

Indústria 4.0 – ou Quarta Revolução Industrial – é o fenômeno da adoção de ferramentas, recursos e serviços tecnológicos inovadores que otimizam a gestão dos mais variados aspectos industriais. 

Nesse balaio de mudanças, estão desde o design até a automação de processos de manufatura, passando pela cadeia de fornecimento e outros aspectos do cotidiano operacional e administrativo.

Mas, veja, não estamos falando simplesmente de uma implementação de ferramentas e tecnologias para automatizar processos. Isso seria muito simplista para chamarmos de revolução, não acha? 

Estamos tratando aqui de algo muito mais profundo e superior – como o momento pede.

Quatro grandes forças impulsionam essa transformação: 

  1. Crescimento absurdo do volume de dados 
  2. Surgimento de ferramentas, recursos e métodos cada vez mais eficazes para análise de dados 
  3. Inovadoras possibilidades de interação homem-máquina 
  4. Aprimoramentos da transferência de instruções digitais para o mundo físico

Com base na ampla disponibilidade de tecnologias digitais que foram o resultado da Revolução Digital, a Quarta Revolução Industrial é impulsionada em grande parte pela convergência de inovações digitais, biológicas e físicas.

Esse movimento envolve uma mudança sistêmica em muitos setores e aspectos da vida humana: 

os impactos transversais de emergentes tecnologias são ainda mais importantes do que os recursos que elas representam. 

E tem mais:

  • A Inteligência Artificial está aumentando processos e habilidades em todos os setores
  • A neurotecnologia está dando passos sem precedentes em como podemos usar e influenciar o cérebro como a última fronteira da biologia humana 
  • A automação está quebrando paradigmas seculares de transporte e manufatura 
  • Tecnologias como Blockchain estão redefinindo e desfazendo a fronteira entre os mundos digital e físico

Bem, se você chegou até aqui já tem um cheirinho sobre o porquê desse tópico constar na sua agenda, certo? 

A verdade é que a Indústria 4.0 é uma transformação cultural em escala global. Nenhuma empresa vai escapar dela. 

7 razões para o deep dive na Indústria 4.0

Uma das características mais flagrantes da Indústria 4.0 é o alto poder de de fazer aparelhos/dispositivos/máquinas, processos ou sistemas operarem automaticamente (com mínima ou nenhuma intervenção humana), ou seja, a automatização.

PONTO IMPORTANTE!

A automação não significa necessariamente gastar uma quantidade generosa de dinheiro em máquinas e robôs. Significa apenas contar com a ajuda de tecnologias avançadas para reduzir ou eliminar completamente a intervenção humana. 

O trabalho humano é crucial para qualquer empresa e, com a automação, você e seus funcionários podem se concentrar em tarefas mais estratégicas.

Quer entender mais sobre como a automação robotizada de processos eleva a competitividade empresarial mesmo em tempos de crise? Baixe agora este ebook!

Webinar RPA Remota

Descubra como a automatização de processos pode manter sua empresa eficiente! Baixe agora o nosso webinar!

Aqui estão 7 fortes razões pelas quais você deve automatizar seus negócios:

  1. Melhorar a eficiência e a velocidade dos seus processos de negócios
  2. Melhorar a experiência do cliente
  3. Reduzir a carga de esforço dos funcionários e torná-los mais satisfeitos e produtivos
  4. Reduzir custos com mão de obra, relegando às máquinas o trabalho manual e repetitivo — e aproveitando os talentos em funções analíticas
  5. Obter dados, processá-los e analisá-los com mais facilidade para ter insights valiosos e decidir estrategicamente
  6. Eliminar o fator surpresa, tornando toda a gestão orientada a dados
  7. Potencializar a lucratividade sob a equação: produzir mais, com mais velocidade, em menos tempo e com custos menores

4 dicas para virar a chave para a Indústria 4.0

Você deve estar se perguntando: e como meu negócio pode acompanhar a transformação e virar a chave para a 4ª Revolução Industrial?

Vamos lá! 

A primeira coisa é saber que, de alguma forma, essa transformação já está em curso na sua empresa. A questão é o grau de consciência disso. Ou seja, como o tema é regido nos propósitos e nas estratégias do seu negócio. Isso é tão importante quanto a própria mudança.

Para isso, temos 4 dicas que vão te ajudar a fazer essa mudança organizacional de forma consciente, proativa e orientada a resultados. 

  1. Avalie as necessidades da sua empresa

Cada corporação está em um ponto no caminho para essa virada de chave: umas mais na frente; outras, nem tanto. 

É preciso identificar onde você está para tomar decisões alinhadas e certeiras. É aquela velha máxima: se você não sabe para onde está indo, não importa a direção . 

Comece fazendo perguntas estratégicas:

  • Você precisa fabricar mais produtos em menos tempo? 
  • Sua empresa está sendo desacelerada pela necessidade de se comunicar entre cada estágio de seu ciclo de produção? 
  • Quais são os setores que podem ser automatizados?
  • Que melhorias podem ser implementadas no contexto da sua organização?

DICA: Identificar áreas de melhoria é o primeiro passo para acessar os benefícios da Quarta Revolução Industrial.

  1. Identifique como a Indústria 4.0 pode atender a essas necessidades

Se você respondeu corretamente às perguntas do item anterior, já tem um cheirinho de onde pode começar, certo? 

Se o seu caso é de PME, provavelmente você pode estar com a sensação de que a Indústria 4.0 não vai atender às necessidades da sua organização. Mas antes de rejeitar o futuro, considere os benefícios:

  • envio e manufatura responsivos impulsionados por dados em nuvem em tempo real
  • informações em tempo real sobre todos os estágios do desenvolvimento de produtos fornecidos pela Internet das Coisas
  • otimização preditiva da operação de negócios por meio de aprendizado de máquina etc.

DICA: se você já teve que colocar seu negócio em espera enquanto aguarda por uma remessa vital ou se deseja aconselhamento adaptado às suas operações diárias, você deve considerar fortemente a integração com a Indústria 4.0.

  1. Crie um plano de médio prazo para adotar tecnologias disruptivas

É 2020! O cenário que temos é que as principais nações industrializadas já estão praticamente adaptadas às tecnologias da Indústria 4.0. Países emergentes – como o Brasil, líder em adoção de novas tecnologias na América Latina – também estão avançando bastante nesse movimento. 

Agora mais do que nunca é vital começar a formular planos para integrar essas novas soluções. Ao fazê-lo, certifique-se de estar ciente dos desenvolvimentos relacionados aos padrões internacionais em relação à tecnologia Indústria 4.0 — estar em conformidade com o GDPR europeu e a LGPD brasileira, por exemplo. 

DICA: Investir em soluções tecnológicas modulares para permanecer aberto a novos desenvolvimentos durante este período de inovação.

  1. Comece a trabalhar o mindset da Indústria 4.0

Para cada fase de integração, garanta que os funcionários da sua organização sejam instruídos nas operações das novas tecnologias. Isso irá garantir uma transição suave, reduzindo a ansiedade e o ludismo que acompanha cada nova era da indústria.

E isso só pode ser ancorado por uma nova mentalidade, um mindset voltado para a Indústria 4.0. Ou seja, as pessoas precisam gradativamente parar de pensar nos modelos tradicionais de uso da tecnologia, de gestão e de análise de negócios e passar a refletir sob essa nova ótica. 

A transformação digital está longe de ser apenas uma transição do ambiente físico para o digital. 

DICA: Traga a indústria 4.0 para o DNA da empresa.

Seu negócio já está preparado para a Indústria 4.0

Sim, é uma afirmação. Sua empresa pode – e deve! – mergulhar sem medo na Quarta Revolução Industrial. 

Para te ajudar, vamos te dar mais 3 dicas. 

O aproveitamento dos benefícios e das oportunidades que a Indústria 4.0 oferece requer uma mudança de mentalidade. E, nisso, o Design Thinking pode ajudar muito!

Sua visão mais humana e menos focada nos meandros dos processos é crucial no planejamento para a adoção das novas tecnologias que amparam essa transformação. 

Lembre-se: é sobre pessoas! É fundamental engajar seus colaboradores nesse enorme e complexo processo que é transformar a cultura de uma organização.   

Além disso, o contexto é de colaboração para cocriar o futuro. Não deixe de aproveitar novas oportunidades por medo ou qualquer outro fator limitante – como falta de expertise ou de mão de obra. Busque ajuda especializada para te dar mais segurança nessa empreitada. 

Nós sabemos que superar o tradicionalismo e se adaptar às mudanças constantes desses novos tempos pode ser bastante difícil. Fazer tudo por conta própria pode ser muito caro e demorar muito mais tempo do que o aceitável em um mercado em constante evolução.

A última dica? Você já sabe: se precisar de ajuda, conte conosco!

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter