Fique por dentro! Assine nossa newsletter

07/07/2020
Por
MJV Team

Os benefícios da Gestão Ágil em tempos de pandemia

O mundo como estávamos acostumados mudou. E isso já está bem claro. Novo normal, pós-normal, pós-pandemia, pós-isolamento, tempos de crise. Pessoas, empresas e países ainda têm muitas incertezas no mundo todo.

E a partir dessa nova configuração da realidade, a pergunta passou a ser: como será o futuro?

Não temos como responder essa pergunta de forma simples. Mas em uma coisa podemos apostar, anote aí: o futuro é 100% remoto e digital. E isso não é de hoje. Nosso mundo é V.U.C.A – volátil, incerto, complexo e ambíguo. Ágil. Veloz. Colaborativo. Remoto. 

Sim, o mundo é remoto, e não é de agora. Os momentos de incertezas que vivemos hoje só potencializaram ainda mais o processo de transformação. O advento e consolidação do trabalho remoto está intimamente ligado ao processo de transformação digital. E isso não é nenhuma novidade. 

As novidades são: como se adaptar a tudo isso? Como gerir um time remotamente? Será que os processos vão funcionar? A equipe continuará sendo produtiva? É possível manter o volume de entregas remotamente? Qual a fórmula do sucesso para manter colaboradores engajados? 

Não só é possível, como não é nenhum bicho de sete cabeças. Mas já vamos começar com um spoiler: a força motriz de toda essa transição é a Gestão Ágil. Acompanhe!

A evolução do Trabalho Remoto

Nunca um desafio foi tão comum a tantas corporações no mesmo momento: o trabalho remoto. 

Com uma pandemia mundial obrigando os colaboradores a ficarem em casa, respeitando o isolamento social, não teve outro jeito a não ser arregaçar as mangas e encarar a Transformação Digital de uma vez por todas.

E aí surgiu outro grande questionamento: como é possível ser muito mais eficiente no home office do que fisicamente nos escritórios? Vamos dar algumas dicas sobre isso mais adiante. Mas acredite: seu escritório pode ser em qualquer lugar do mundo. 

O fundamental não é onde você vai trabalhar e, sim, como você vai trabalhar. Para performar bem, é preciso seguir algumas regras e ter disciplina para que o home office funcione. Confira!

  1. Nada de pijama

Parece óbvio e até meio bobo, mas para você virar a chave mental para trabalhar o dresscode é fundamental. Ainda mais quando sua rotina envolve reuniões. Então, o primeiro passo do dia é, sim, tirar o pijama!

  1. Busque um local tranquilo

Locais diferentes, mesmo foco. Você não está no escritório, mas vai precisar focar no que está fazendo da mesma forma. Afaste-se das distrações, pois elas só vão atrapalhar a sua produtividade. 

  1. Infraestrutura conta muito… e conforto também!

Certifique-se de estabelecer seu escritório em um lugar onde a internet seja boa e não te deixe na mão. Não tem nada mais desgastante do que estar no meio de alguma tarefa e ter que interromper por um problema externo.

O mesmo vale para o conforto: escolha um lugar onde você se sinta confortável e disposto para encarar as demandas do dia. 

Trabalho remoto is the new black

O trabalho remoto não é uma novidade. Pode parecer novo para algumas empresas, mas já é uma realidade muito comum no dia a dia de muitos colaboradores. Algumas corporações já tinham adotado esse modelo antes mesmo do coronavírus dar seus primeiros sinais. 

Dessa forma, podemos dizer que um paradigma foi quebrado por conta da pandemia da Covid-19 e do isolamento social. Esse foi um verdadeiro catalisador para agilizar o processo de transformação e adaptação ao novo cenário. 

  • Essa regra é fundamental e vale anotar no caderninho – do gestor e do colaborador: o mais importante do trabalho remoto é você conseguir produzir e entregar, cumprir o objetivo. 

Como gerenciar seu time remotamente

A Era Digital reconfigurou inúmeros processos. Surgem novas formas de fazer negócios e de trabalhar também. 

Os avanços tecnológicos possibilitaram que o trabalho flexível assumisse várias formas. E a tecnologia aparece novamente como facilitadora dessa transição, é claro! O avanço de ferramentas permitirá que as demandas sejam realizadas 100% remotas, sem prejuízo algum. 

Criar infraestrutura para o trabalho remoto não apresenta nenhuma dificuldade, a tecnologia que temos já é mais do que suficiente para isso. 

Se há algum ponto de atenção na transição para uma gestão remota, sem dúvida é esse aqui: as empresas precisam encontrar maneiras eficientes de engajar os colaboradores, desenvolvendo uma cultura de cooperação. 

Motivar e manter colaboradores comprometidos é um grande desafio para a maioria das corporações. Não estar perto fisicamente acaba provocando um afastamento entre os colaboradores. A troca informal – que é muito rica e abrange, inclusive, diferentes setores – acaba não existindo. O funcionário troca somente com as pessoas que estão envolvidas em seus processos e projetos. 

Vire a chave! 

O papel da nova liderança é propor ações que proporcionem produtividade e guiem o time rumo a um objetivo comum. A liderança é horizontal, desenvolvendo a equipe para que ela tome decisões de forma ágil e eficiente. 

Mas como fazer isso? Alguns pontos são fundamentais para essa virada de chave. Confira!

  1. Segundo uma série de pesquisas, a solidão e a colaboração são apontadas como os maiores desafios da Transformação Remota. Esteja atento à saúde mental dos seus colaboradores.
  1. Abra mão do velho para o novo chegar: microgerenciamento, desconfiança e restrição de liberdade não têm mais espaço. 
  1. Fortaleça os vínculos dos funcionários com a verdade da empresa. Isso faz com que eles trabalhem com mais segurança e com mais certeza do que estão fazendo. O propósito precisa pulsar em tudo que envolve as demandas que precisam ser entregues.
  1. Comunicação em primeiro lugar. De acordo com as Metodologias Ágeis, a comunicação e a troca entre a equipe precisam ocorrer o tempo todo.  
  • O pulo do gato? Ferramentas colaborativas e grupos de Whatsapp nunca foram tão importantes como estão sendo nesse momento. A tecnologia ajuda – e muito! – para encurtar essa distância. 

Benefícios da Gestão Ágil

Para desenvolver projetos mais estratégicos e dinamizar processos, utilizamos o mindset Ágil para gerenciar equipes remotas. Essa capacidade de adaptação da metodologia torna a implementação ideal em cenários de incerteza.

Com os do trabalho remoto crescendo cada vez mais, tornou-se ainda mais perceptível os benefícios que ele traz para as empresas. Vamos checar alguns deles. 

  • Melhora a moral e a felicidade

Considerando o momento de pandemia mundial, não existe nada que deixe um colaborador mais feliz do que saber que pode desempenhar seu trabalho sem precisar se expor. Quando a empresa oferece essa possibilidade, o funcionário se sente valorizado e seguro.

  • Os colaboradores são mais produtivos

Entendemos que existe um processo de adaptação a essa nova rotina. Migrar do escritório para o ambiente de casa não é uma tarefa simples. Porém, uma vez adaptados, os colaboradores tendem a ser bem mais produtivos do que seriam no escritório. 

  • Melhora o recrutamento e a retenção de talentos

Sobra mais tempo para os funcionários se dedicarem a outras atividades do dia a dia, como cuidar da casa, estar com a família e os amigos, fazer exercícios. Isso provoca um efeito de maior satisfação e bem estar em relação ao trabalho, o que diminui diretamente o turnover

  • É mais barato

Essa é fácil! O trabalho remoto dispensa a estrutura do escritório e todos os gastos relacionados. Aluguel do espaço, luz, internet, computadores e até mesmo o pagamento do deslocamento dos colaboradores. 

  • Reduz atritos

Levando o relacionamento interpessoal para a esfera remota, o colaborador acaba se cercando das pessoas com as quais possui mais empatia. Além disso, a comunicação – que deve sempre ser clara e constante – tende a ser sempre mais polida e cordial quando fica registrada (em emails, por exemplo). 

Por onde começar?

Vamos deixar um spoiler do futuro: com o tempo, vamos perceber que o fato de não estarmos conectados fisicamente não é impeditivo para uma entrega de qualidade.  

Chegamos em um cenário em que a interação física constante não é mais um fator fundamental para o sucesso de um processo ou projeto. Mais do que nunca, entram em cenas estruturas distribuídas, descentralizadas e remotas.

Estamos criando um novo paradigma: o do teletrabalho. A conexão física fica cada vez mais em segundo plano, dando espaço para a conexão 100% virtual. 

Agora vamos responder a pergunta: comece com o que você tem hoje!

  1. Tenha mapeado e priorizado o seu backlog.
  2. Trabalhe com ciclos curtos (de 1 a 2 semanas).
  3. Faça reuniões diárias (de aproximadamente 15 minutos).
  4. Ao final de cada sprint, reúna seu time para discutir o que todos precisam melhorar.
  5. Se for necessário, abandone ferramentas. Muitas das vezes, menos é mais!
  6. Faça pequenas evoluções; nada de revoluções.
  7. As mudanças precisam acontecer mediante uma necessidade. 
  8. Peça ajuda! 

Na MJV, ajustamos rapidamente nossa rotina para atuar remotamente e temos ajudado nossos cliente e parceiros nessa jornada. Vamos conversar sobre os seus desafios em tempos de incertezas? 

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter