Fique por dentro! Assine nossa newsletter

09/17/2020
Por
MJV Team

4 benefícios de se investir em futurismo

Com uma abordagem holística, os futures studies visam criar narrativas de cenários de futuros plausíveis e desejáveis a partir de análises criteriosas sobre mudanças socioeconômicas, tecnológicas, políticas e ambientais.

Como interpretar as mudanças em torno do seu mercado? Como construir uma estratégia vencedora de gestão da mudança, que converta incertezas em oportunidades?

É essa necessidade de antecipar o futuro e torná-lo menos nebuloso que move as empresas mais inovadoras em direção ao futurismo.

Não precisamos nomear os maiores expoentes de inovação do mercado – você já os conhece. Essas empresas não raro são ditas “à frente de seu tempo”.

E pode-se dizer que realmente estão. São cinco, dez, até vinte anos de vantagem competitiva, criando soluções que se encaixam em uma visão de longo prazo. Para eles, o futuro parece acontecer como uma profecia. 

Mas não há mágica: isso é resultado de um monitoramento atento e planejamento dinâmico, prévia e minuciosamente calculado acerca de dezenas de possibilidades. Mas, para atingir tal diferencial, é preciso que as empresas estejam dispostas a mudar a forma como lidam com as incertezas em seu planejamento estratégico.

Pessoas e instituições podem controlar um certo números de variáveis, influenciando atores e tangenciando movimentos em determinada direção. Com isso, o futurismo não espera prever eventos com exatidão – e sim gerar insights para que as organizações se tornem agentes ativos da transformação.

O futurismo – ou futures studies – é uma ferramenta poderosa para diminuir incertezas, construir resiliência organizacional, promover inovação e desbloquear novos modelos de negócios e fluxos de receitas. Fique com a gente e confira 4 benefícios certeiros de se investir em futurismo!

Antes de tudo, o que é futurismo?

Podemos definir os futures studies – como o estudo sistemático de futuros possíveis e prováveis de acontecerem em curto, médio e/ou longo prazos, além das variáveis e visões de mundo que vão fundamentar esses novos contextos.

Ao contrário do que os livros de ficção científica podem sugerir, o futurismo é uma disciplina que tem respaldo acadêmico, agregando pesquisadores de diversas áreas do conhecimento em todo o mundo e sendo reconhecida como campo de pesquisa científica.

Importante: todo exercício de imaginação de futuros têm seu valor. Algumas abordagens são artísticas, como a literatura cyberpunk. Outras têm viés de negócio e alta capacidade de impacto sobre como viveremos, que é onde os futures studies se encaixam.

O futurismo tem por essência o caráter especulativo. Estamos falando aqui de um intenso mapeamento de sinais de mudanças para antecipar tendências sobre o futuro – e assim traçar estratégias para acelerar o futuro por caminhos desejáveis. Desde já. 

Mas, por favor, não confunda especulação com aposta. O futurismo não é uma aposta, nem mesmo um risco calculado: ele traz resultados. Caso as interpretações de cenários futuros estejam corretas, investir em futures studies pode mitigar riscos no futuro.

Ou melhor: colocar sua empresa na ponta do mercado lá (ou ali) na frente.

Como o Futurismo pode guiar novos negócios?


Embora a o termo “previsão” seja uma constante no campo semântico dos futures studies (mais por falta de uma tradução melhor para foresight), podemos dizer que a disciplina é mais sobre como conduzir mudanças do que sobre prevê-las.

“Ok, já entendi. Mas que tipo de resultado posso esperar do futurismo?”

O que vai definir seus resultados são suas ações: o quê, como e em que ritmo você vai modificar o que está fazendo para se preparar para o ponto de virada.

A mudança é a única constante do mundo. Tudo vai mudar – e nós sabemos disso desde sempre. Por isso, a melhor forma de preparar uma organização para o que está por vir é construir esse futuro ativamente.

Mas, para isso, é preciso assumir se dispor a assumir as rédeas da transformação e antecipá-las para responder mais rápidos aos acontecimentos. Sempre com consciência e estratégia. Essa é uma grande premissas dos futures studies.

Como aplicar os Futures Studies em sua estratégia?

A inovação está pulverizada no mundo corporativo. É cada vez mais difícil se diferenciar. E há uma necessidade crescente de maior rapidez – e os cronogramas de desenvolvimento de novos modelos de negócios devem ser cada vez mais dinâmicos.

É por sua capacidade de antecipação das necessidades dos consumidores modernos e facilidade para mapear tendências que o futurismo tem se tornado um guia para as empresas mais inovadoras. 

Uma maneira prática de inserir os futures studies em sua estratégia de negócios é planejar cenários de futuros possíveis. É o que chamamos por aqui de Design de Futuros.

Dentro dos futures studies, cenários futuros são construções narrativas desenvolvidas para auxiliar na identificação de possíveis caminhos que uma organização acredita serem benéficos para a saúde dos negócios, seus clientes e funcionários.

Lembra que falamos lá em cima sobre mapear sinais para acelerar futuros em caminhos convenientes? É exatamente isso

Ao contrário da previsão tradicional, o planejamento de cenários não depende de uma projeção linear do presente – ou apenas guiada pela lógica vigente. Ele também deve levar em consideração a possibilidade de descontinuidades acentuadas para construir um conjunto de histórias paralelas sobre como futuros podem se desenrolar.

Como criar cenários corporativos e se preparar para o futuro?

O objetivo dos cenários no contexto empresarial é permitir que líderes e gestores desafiem suas próprias suposições sobre a estratégia corporativa. Se bem feitas, as análises de cenários ajudam a antecipar possibilidades – e oportunidades.

Além disso, os cenários também propiciam um debate estratégico, que extrapola a zona de conforto de uma progressão conservadora e consensual das ações do plano de negócios.

  A partir do exercício de criação dos cenários, diversos departamentos podem “desbloquear” suas capacidades de inovação, promovendo uma cultura de inovação antecipatória. Você ainda vai ver este conceito nesse blog post.

Importante: nem precisa mencionar que você vai precisar de um time diverso de especialistas se quiser que isso dê certo, não é?

Sohail Inayatullah, futurista no Instituto de Estudos Futuros da Universidade de Tamkang, em Taiwan, aponta algumas perguntas-chave para auxiliar pesquisadores a entenderem o futuro por meio dos cenários. Mas nós adicionamos um molho especial.

Misturadas à elas, adicionamos problemáticas extraídas da inteligência de projetos da MJV sobre futures studies. São questionamentos valiosos para garantir que seus cenários considerem o máximo de polaridades e interpretações acerca do que está por vir. Confira:

  • Qual é a história do problema? Quais eventos e tendências criaram o presente?
  •  Sua projeção de futuro conserva a maior parte das tendências atuais? Está muito parecido com o agora? Cabe revisar os eventos e pensar variações maiores.
  • Quais são as suposições ocultas do futuro que você previu? Há algum elemento considerado “crucial” para que esse cenário aconteça? Inverta os polos: e se esse elemento for dispensável no futuro?
  • Há alternativas mais animadores para o seu futuro mais temido? Se você alterar a suposição menos catastrófica, melhora? E se modificar a pior premissa, quais opções aparecem?
  • Como você obteve essas conclusões? Quais foram os métodos utilizados para analisar o presente?

Como você viu, os cenários de futuros são narrativas detalhadas provenientes de análises de cenários possíveis e prováveis de acontecerem. Eles incluem aspectos sociais, econômicos, políticos, tecnológicos e ambientais – global e local..

É importante frisar, mais uma vez, que não devemos pensar em um futuro linear durante essa tarefa – e sim vários futuros alternativos que podem ser projetados, estudados e destrinchados.

4 benefícios de se investir em future studies

A análise de cenários futuros envolve um esforço para modificar a maneira como as pessoas pensam no futuro e como organizações e empresas lidam com complexidade, incerteza e risco em seus processos estratégicos.

Por isso, o futures studies oferece um planejamento estratégico com diversas variações, capazes de responder a mudanças e adaptar-se com graus de velocidade e assertividade relativamente altos a cada variável que se modificar.

Sem mais delongas, vamos ao motivo de estarmos aqui. Veja os 4 benefícios do investimento em futures studies!

  1. Criar um ecossistema de mapeamento de tendências


Os futures studies nos permitem uma visão sobre sinais de mudanças emergentes, para que você possa planejar-se para abordar as transformações do mercado com antecedência. Unindo insights que podem ser quantitativos e qualitativos, esse mapeamento de sinais fornece uma visão holística do contexto do mercado.

Além disso, o framework STEEP*, muito popular entre as disciplinas do futurismo, é uma ferramenta capaz de garantir que todas as variáveis relevantes estejam sendo levadas em conta na hora selecionar o que vale a pena prestar atenção.

*STEEP é um acrônimo para Society, Technology, Environment, Economics e Politics, e trata sobre fatores relativos à sociedade, tecnologia, meio ambiente, economia e política, tanto no contexto global quanto dos países em questão.

  1. Gerenciamento de risco

Nós sabemos: para pensar à frente é preciso ter tranquilidade para trabalhar hoje. Mitigar riscos no curto prazo é necessário para avançar driblar incertezas e abraçar as oportunidades que o futuro nos reserva.

O futurismo gerencia riscos através da construção gradual de uma mecânica de resiliência organizacional, que mantém as operações rodando com o menor impacto possível em produtividade e rentabilidade.

  1. Criação de uma ambidestria organizacional

Ter ambidestria organizacional significa ter equipes trabalhando no presente e no futuro da empresa simultaneamente. Ela está relacionada às diferentes fontes de gestão do valor produzido por uma empresa.

Estamos falando da criação de um mecanismo para encontrar modelos de negócios que ainda estão na “periferia da inovação” e desenvolvê-los de forma incremental. Esse processo pode resultar em uma transformação completa do business plan ou na criação de novas unidades de negócios.

Importante: repare que, em alguma instância, será preciso abrir mão de retorno momentâneo para investir em resultados em longo prazo. Será preciso plantar a semente do crescimento no futuro.

  1. Fomento da inovação antecipatória


Futuros não são exatamente previsíveis – mas são influenciáveis. Esse é o momento de projetar as transformações dentro da empresa e acelerar a virada de chave para a ambidestria organizacional.

É preciso começar a acelerar o futuro agora para criar “o próximo grande salto” do mercado. Antecipe e planeje sua inovação para estar sempre um passo à frente da concorrência.

Proposta MJV: criando cenários para reinventar o futuro

Uma pesquisa feita pela EBS Business School (Alemanha) revelou que esforços formais de “prospectiva estratégica” capacitam empresas a interpretar sinais de mudanças e construir soluções mais aderentes aos novos comportamentos dos consumidores.

Aqui na MJV, temos auxiliado empresas de diversos segmentos a olharem para o futuro sem medo, assumindo as rédeas da própria narrativa e projetando inovação.

Com o Design de Futuros, a MJV traz insumos para a sua empresa repensar a estratégia de condução da inovação. Nossa proposta carregar todos os elementos do tópico anterior, traduzindo isso em uma analogia simples:

RADAR + ESPADA + ESCUDO

Saiba abaixo o que significa cada um deles:

Radar | Estudo de Futuros

  • Atenção aos sinais emergentes
  • Conexão com contexto global
  • Visão holística de benchmark

Escudo | Gerenciamento de Risco

  • Antever possíveis cenários desfavoráveis
  • Plano de mitigação de riscos
  • Resiliência e antifragilidade organizacional

Espada | Inovação Antecipatória

  • Criar e testar soluções para curto, médio e longo prazo
  • Garantir vantagem competitiva perene

Confira a versão na íntegra da proposta aqui.


Planejar cenários de futuros é uma atividade estratégica para empresas de todos os portes e de todos os segmentos do mercado. Antecipe tendências e garanta o protagonismo da sua empresa – hoje, amanhã e sempre.

Invista em futures studies!

Pesquisa Novo-Normal em Construção

Incertezas e oportunidades em tempos sem precedentes

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter