Fique por dentro! Assine nossa newsletter

12/10/2019
Por
MJV Team

6 passos para começar agora sua estratégia de Marketing Data Driven

Marketing Data Driven é o “Marketing orientado a dados”, uma estratégia baseada em insights extraídos da análise de insumos, coletados por meio de interações e engajamentos de consumidores para formar previsões sobre comportamentos futuros.

Ele envolve a compreensão dos dados que a empresa já possui e aqueles que ela pode obter; também diz respeito a como organizá-los, analisá-los e aplicá-los nos esforços do Marketing.

→ Se você ainda não conhece esse conceito em profundidade, baixe agora mesmo nosso e-book Marketing Data Driven: Entenda o poder do Marketing orientado a dados!

Hoje resolvemos trazer os passos iniciais que toda empresa deve dar para iniciar um processo de mudança para uma estratégia de marketing orientada a dados.

Passo a passo para iniciar sua estratégia de Marketing Data Driven

1. Comprometa-se com o plano

A mudança pode ser difícil, não importa quão grande ou pequena possa ser uma organização. Incorporar um plano de Marketing Data Driven não é exceção. 

De cima para baixo, deve haver um compromisso para que essa estratégia seja bem-sucedida. A empresa deve comprometer o tempo e os recursos necessários para cumpri-lo. É incrivelmente difícil desenvolver um caminho bem definido, sem dedicar tempo e orçamento.

2. Integração e automação

Como mencionado anteriormente, o grande volume de dados que os clientes produzem todos os dias pode ser esmagador até para as equipes de marketing mais robustas coletarem e analisarem, quando não há tanta eficiência. 

Sem uma integração, os profissionais não terão os dados necessários para uma visão unificada do cliente. 

Veja o caso dos varejistas, muitas vezes, eles têm o desafio adicional de integrar dados de suas lojas físicas com as mídias sociais de seus clientes e o comportamento de compra móvel. 

No entanto, ao implementar novas ferramentas e tecnologias de automação de marketing em sua estratégia, os analistas de marketing podem gastar menos tempo pesquisando dados e mais tempo usando os resultados para refinar e criar campanhas personalizadas de alto nível.

3. Construa a melhor equipe

Quando se trata de dados, as habilidades técnicas específicas necessárias podem dificultar a busca dos melhores talentos. As equipes também devem ter natureza departamental e interdisciplinar. 

Isso não significa encontrar um membro da equipe de TI com alguma disponibilidade e associá-lo a alguém de vendas ou marketing para desenvolver um plano orientado a dados para avançar. Significa encontrar pessoas que estejam dispostas a pensar no nível da empresa e ir além de sua área de especialização. 

As equipes exigirão cientistas de dados especializados em análise preditiva ou amplificação de público. Elas também precisam de pessoal de vendas e marketing que estejam dispostos a aprender mais sobre TI. Esse nível de colaboração é uma necessidade para o sucesso geral.

4. Torne o Marketing um mediador da integração dos departamentos

Criar equipes interdepartamentais é uma área de muitas oportunidade; outra é garantir que os dados sejam compartilhados e funcionem em toda a organização. 

Ter dados integrados e de alta qualidade é fundamental para a implementação bem-sucedida do marketing orientado a dados, e isso não é tarefa fácil. Diferentes departamentos organizacionais coletam dados de maneira eficaz, mas os usaram para objetivos de negócios que se contradizem. 

Os profissionais de marketing devem garantir que as informações sejam compartilhadas entre departamentos e equipes, mas é igualmente importante que as metas de negócios de nível superior também estejam alinhadas.

5. Fique de olho nos movimentos da concorrência

Embora cuidar do próprio negócio possa ser um ditado sólido para a vida cotidiana, quando se trata de marketing orientado a dados, é um grande erro. 

A empresas devem observar como os concorrentes implementam suas estratégias e, em seguida, encontrar maneiras de fazer com que os aspectos funcionem para si — inclusive, aprender com os erros dos outros. 

Os profissionais de marketing também devem estar sempre atualizados com as últimas tendências e mudanças no Marketing Data Driven para ajudar a estratégia de sua própria marca.

6. Meça, otimize, meça novamente

Um dos principais benefícios do Marketing Data Driven é a capacidade de medir resultados continuamente e com precisão. 

Seguindo o caminho descrito acima, a empresa já terá as ferramentas e a estrutura para analisar novos dados à medida que eles chegarem e medir rapidamente o impacto da campanha. 

Os profissionais de marketing podem aprender o que é mais ou menos eficaz e dinamizar, otimizar e experimentar. Isso permite que a equipe tenha como alvo o público certo, fornecendo conteúdo personalizado que ressoa com eles repetidamente, por exemplo.

A medição consistente em impacto, não apenas ajuda a marca a se concentrar nos objetivos de negócios e da campanha, mas também ajuda no ROI e influencia ainda mais a adesão dos líderes organizacionais.

→ Partes deste texto foram extraídas do e-book Marketing Data Driven: Entenda o poder do Marketing orientado a dados. Baixe-o agora mesmo para ver outras dicas que vão colocar seu time de marketing em um próximo nível!

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter