Fique por dentro! Assine nossa newsletter

12/02/2019
Por
MJV Team

5 dinâmicas de Design Thinking que podem ajudar a sua equipe a solucionar problemas

O Design Thinking é uma abordagem ousada, sistematizada e não linear, centrada no ser humano.

Ele ajuda a mudar radicalmente a maneira como exploramos os problemas e criamos soluções para esses problemas.

Você sabe, nós aqui na MJV temos o Design Thinking como uma das metodologias que nos ajudam a desenvolver soluções inovadoras para reduzir custos, aumentar lucros e gerar novos modelos de negócios.

Por isso, no artigo de hoje, resolvemos apresentar 5 dinâmicas de Design Thinking que podem ajudar sua equipe a solucionar problemas. Confira, a seguir!

Design Thinking: o primeiro passo para criar soluções orientadas pelo usuário

O Design Thinking, por definição, é  “uma abordagem estruturada de inovação que tem o ser humano como foco e busca gerar soluções que alinham o desejo e as necessidades do usuário consumidor à geração de valor para o negócio” — entenda em profundidade baixando gratuitamente nosso livro Design Thinking: Inovação em Negócios!

Na prática, ele permite que pessoas, equipes e organizações tenham uma perspectiva centrada no ser humano e, ainda assim, uma abordagem científica para solucionar um problema.

Uma das primeiras perguntas que as pessoas fazem quando ouvem falar sobre o Design Thinking é: “Para que é melhor usar essa metodologia?”.

O Design Thinking é adequado para enfrentar uma ampla gama de desafios e é melhor usado para gerar inovação nos seguintes contextos:

  • redefinição de valor;
  • inovação centrada no ser humano;
  • qualidade de vida;
  • resolução de problemas que afetam diversos grupos de pessoas;
  • mudança de mercados e comportamentos;
  • questões relacionadas à cultura corporativa
  • questões relacionadas às novas tecnologias;
  • reinvenção de modelos de negócios;
  • cenários envolvendo equipes multidisciplinares;
  • iniciativas empreendedoras;
  • avanços educacionais;
  • necessidades de busca de inspiração;
  • problemas que os dados não podem resolver.

5 dinâmicas de Design Thinking para solucionar problemas

Confira, a seguir, as cinco dinâmicas de Design Thinking que podem ajudar sua equipe a solucionar problemas de maneira disruptiva!

1. Protótipo de serviço

Este é um tipo de simulação de uma experiência de serviço em tempo real e local. Normalmente, o protótipo varia em forma, tom e complexidade. 

Como em qualquer protótipo, o elemento comum é abordar o máximo possível o ambiente do “mundo real”. O objetivo é verificar o que acontecerá se os fatores externos interferirem durante a prestação do serviço, quais serão esses fatores. 

Em suma, o princípio do protótipo de serviço é “aprender fazendo”. 

2. Encenação de serviço

Essa dinâmica de Design Thinking consiste em um tipo de encenação que é construída, por exemplo, em diferentes personagens. 

Ao tornar a situação mais teatral, certas coisas, por exemplo, linguagem corporal e emoções articuladas pelos personagens, ajudam o desenvolvimento e geram novas idéias.

3. Criação de cenários

Outra dinâmica bastante interessante é a criação cenários durante o processo de design. Os cenários ajudam a entender e ilustrar como as pessoas experimentam produtos e serviços em um nível mais profundo e contextual e como suas necessidades e expectativas mudam ao longo do tempo.

Eles ajudam as equipes a pensar em ‘maior’ e, principalmente, entre departamentos, em vez de serem limitadas ou isoladas. Eles também são uma ótima maneira de comunicar visualmente as interações dos clientes com um produto ou serviço e transmitir seu ponto de vista de maneira sucinta, informativa e memorável.

4. Mapa de jornada do usuário

Um mapa de jornada do usuário (também conhecido como mapa de jornada do cliente) é um diagrama que ilustra visualmente o fluxo do usuário em seu site, começando com o contato ou a descoberta inicial e continuando o processo de engajamento na lealdade e advocacia de longo prazo.

Ele identifica as principais interações e pontos de contato com seu site ou aplicativo móvel e descreve em detalhes as metas, motivações e sentimentos do cliente a cada etapa. Ajuda muito na hora de detectar pontos que precisam de melhoria na experiência do cliente. 

5. Sondagem cultural

Os storyboards comunicam um conceito visualizando as interações do usuário. Eles usam a arte da narrativa para se concentrar na experiência de uma pessoa de usar seu serviço. 

O desenvolvimento de um storyboard é uma ótima maneira de criar um protótipo do seu conceito de serviço.

Talvez a melhor parte dos storyboards seja que eles são baratos. Em vez de desenvolver tecnologia dispendiosa e contratar pessoas para prototipar seu conceito, uma caneta e um papel são realmente tudo o que é necessário para criar um storyboard. 

Além disso, quando você está introduzindo algo não familiar, as imagens são fáceis de entender.

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter