Fique por dentro! Assine nossa newsletter

02/03/2020
Por
MJV Team

Como o 5G impactará a área de TI?

A chegada da era 5G está gerando muita agitação — e por boas razões.

Uma das áreas que sentirá o forte impacto da chegada do 5G é a Tecnologia da Informação (TI). A próxima geração de comunicação sem fio representa uma oportunidade para as empresas reformularem a maneira como fornecem conexões para todos os tipos de usuários.

Este é um grande negócio. A conectividade móvel e a capacitação de uma força de trabalho remota nunca foram tão cruciais para o sucesso dos negócios. O surgimento de redes móveis avançadas significa que as empresas estão mudando de um mundo sem fio que ainda está conectado de várias maneiras para aquele em que a verdadeira mobilidade domina.

Continue lendo para entender que impactos serão esses!

O que é o 5G

Para entender o 5G, é útil entender o que veio antes dele. 

1G e o começo de tudo

Em linhas gerais, a primeira geração de tecnologia móvel (1G) era dedicada à voz. A capacidade de usar um telefone em qualquer lugar realmente criou raízes e virou uma realidade rapidamente. 

2G, 3G e 4G: o rápido salto na conectividade

A chegada do 2G introduziu uma camada de mensagens curtas — algumas das quais ainda podem ser vistas nos recursos atuais de mensagens de texto. A mudança para 3G forneceu as velocidades de rede essenciais para smartphones. E o 4G, com suas taxas de transferência de dados impressionantes, deu origem a muitos dos dispositivos e serviços conectados nos quais confiamos e desfrutamos hoje.

A próxima geração: 5G + IoT

A discussão em torno da tecnologia 5G é sobre a entrega de tecnologias que mudam a vida através das redes da próxima geração. 

Basicamente, podemos afirmar que o 5G é a próxima geração de conectividade da internet móvel. Velocidades ultra rápidas e conexões mais confiáveis ​​em smartphones e outros dispositivos passarão a fazer parte da nossa realidade.

Para ter uma ideia, a tecnologia de ponta de rede do 5G deve oferecer conexões com velocidades médias de download de cerca de 1GBps.

As redes ajudarão a impulsionar um enorme aumento na tecnologia da Internet das Coisas (IoT), fornecendo a infraestrutura necessária para transportar grandes quantidades de dados e permitindo um mundo ainda mais inteligente e conectado.

As diferenças de velocidade e latência

Acredita-se que o 5G seja mais inteligente, mais rápido e mais eficiente que o 4G. Ele promete velocidades de dados móveis que superam em muito a rede de banda larga doméstica mais rápida atualmente disponível para os consumidores. Com velocidades de até 100 gigabits por segundo, o 5G é configurado para ser 100 vezes mais rápido que o 4G.

A baixa latência é um diferencial importante entre 4G e 5G. Latência é o tempo entre o momento em que as informações são enviadas de um dispositivo até que possam ser utilizadas pelo receptor. 

O 5G trabalha com latência reduzida. Isso significa:

  • Usar a conexão do seu dispositivo móvel como um substituto para o seu modem a cabo e Wi-Fi.
  • Fazer o download e o upload de arquivos de maneira rápida e fácil, sem precisar se preocupar com a falha da rede ou do telefone. 
  • Assistir a um vídeo em 4K quase imediatamente, sem ter que experimentar nenhum tempo de buffer.

O 5G poderá corrigir problemas de largura de banda. Atualmente, existem tantos dispositivos diferentes conectados às redes 3G e 4G, que eles não têm infraestrutura para lidar com eficiência. O 5G poderá lidar com dispositivos atuais e tecnologias emergentes, como carros sem motorista e produtos domésticos conectados.

É preciso lembrar que esses cenários ainda são todos teóricos e será necessário muito investimento por governos e operadoras de rede móvel para fazê-los funcionar. O aspecto de segurança do 5G também precisa ser esclarecido. Com um número maior de usuários e serviços aprimorados, o 5G abre as portas para um novo nível de ameaça. Os governos e as operadoras de telefonia móvel devem garantir que eles tenham a segurança suficiente para que o 5G possa ser, de fato, implementado.

Mas, calma! Ainda dá tempo de preparar sua empresa para o 5G. 

Ele será uma realidade mais cedo do que a maioria das pessoas acredita e as companhias precisam estar preparadas para tirar vantagem disso saindo na frente. Quer saber como? Preparamos um passo a passo para você aqui

O que muda nas áreas de TI com o 5G

O 5G é uma tecnologia de rede sem fio potencialmente disruptiva, que oferece a promessa de conectividade de baixa latência e alta largura de banda. Com isso, é capaz de expandir exponencialmente as opções de conectividade à Internet — em comparação às opções com fio que usamos atualmente.

Confira os impactos mais significativos dessa nova realidade tecnológica:

  • Dispositivos inteligentes de IoT — Espera-se que o número de dispositivos de Internet das Coisas (Internet of Things — IoT) aumente com o lançamento de velocidades de 5G. Assim, as empresas com foco em IoT podem esperar que essa rede potencialize capacidades, como:
    • Evolução dos sistemas de diagnóstico de infraestrutura ao fornecedor de melhores insights de dados
    • Redução da vulnerabilidade dos dispositivos 
  • Network Slicing — A multiplicidade de usos e novos serviços de tecnologia emergente por parte de empresas e consumidores exigirá uma rede flexível que proporcione uma melhor experiência ao usuário. Com a tecnologia 5G, as companhias poderão criar várias redes virtuais com apenas um sistema físico. Esse fatiamento de rede pode ajudar a fornecer um sistema virtual de ponta a ponta, abrangendo não apenas a rede, mas também as funções de computação e armazenamento. Com conexões 5G, os empreendimentos podem oferecer aos consumidores uma experiência mais completa. 
  • Multi-Access Edge Computing — Por meio da tecnologia 5G, a Edge Computing de acesso múltiplo ajudará a descongestionar as redes lotadas das empresas, suportando centenas de dispositivos de uma só vez. Essa arquitetura de rede baseada em nuvem irá aumentar o desempenho geral das redes corporativas. Além de lidar com grandes cargas de dados e entregar resultados em tempo real, a Edge Computing de múltiplos acessos também protegerá os dados do usuário através da computação local (diferente da rede centralizada que utilizamos atualmente).

Prepare-se para o 5G 

Uma pesquisa com compradores de tecnologia nos Estados Unidos e no Reino Unido constatou que 32% das empresas têm planos de comprar novos dispositivos habilitados para 5G após o serviço estar disponível em sua área.

No Brasil, ainda não há um levantamento da expectativa das empresas com relação ao 5G. No entanto, uma vez que as vantagens estão bastante difundidas, imagina-se que as empresas entrarão na corrida do 5G para ver quem sai na frente. 

Dessa forma, é importante que os empresários estejam preparados. 

5 passos para o 5G

Ainda não sabe por onde começar?

Aqui estão os passos iniciais que os especialistas já apontam para que as empresas estejam preparadas para o 5G.

  • Crie uma estratégia digital e considere o 5G nela.
  • Verifique se os sistemas existentes estão prontos para transitar para 5G. 
  • Comece a transferir seus sistemas e serviços para a nuvem. 
  • Pense nas novas oportunidades de tecnologia para o seu negócio abertas devido à disponibilidade do 5G. 

Quer saber mais sobre a quinta geração de comunicação móvel? Baixe agora nosso ebook “5G: O grande salto de conectividade”

Voltar

Fique por dentro! Assine nossa newsletter